Para Vitor Hugo, Caiado pode não chegar ao segundo turno

Para ele, cenário está aberto e qualquer hipótese é prematura

Postado em: 08-07-2022 às 08h28
Por: Felipe Cardoso
Para ele, cenário está aberto e qualquer hipótese é prematura | Foto: Wagner Pereira

O deputado federal e pré-candidato ao governo goiano, major Vitor Hugo (PL) esteve, na tarde da última quinta-feira (7/7), na redação do jornal O HOJE. Durante passagem pelo veículo, onde foi sabatinado, o parlamentar comentou o clima da reta final da pré-campanha, bem como suas expectativas para a campanha que terá início em 2 de agosto. 

Durante o bate-papo com os jornalistas Felipe Cardoso e Wilson Silvestre, o deputado chamou atenção para a possibilidade do atual governador Ronaldo Caiado (UB) não conseguir chegar ao segundo turno das eleições que se aproximam. 

“Acho, de verdade, que existe a chance do Caiado nem estar no segundo turno. Ele tinha em torno de 40%, quase 50% [das intenções de voto], em janeiro. Algumas pesquisas dizem que hoje ele está em um número muito abaixo disso”, destacou o deputado. 

Continua após a publicidade

O federal chamou atenção para suas andanças pelo estado onde, segundo ele, é possível “sentir claramente” o desgaste do atual governo: “no agronegócio, entre a classe médica, com os servidores públicos, com os profissionais da segurança pública, ou seja, é algo real”. 

Para ilustrar a situação, Vitor Hugo rememorou as vaias direcionadas a Caiado durante passagem por Rio Verde, no sudoeste do estado. “Não houve uma provocação da minha parte ou de qualquer outra pessoa para aquele tipo de reação da plateia. O cenário em Goiás ainda está muito aberto e fazer qualquer simulação dizendo que o Caiado estará no segundo turno, para mim, é muito prematuro. Não vou trabalhar com essa hipótese”, pontuou o pré-candidato. 

Veja Também