Bolsonaro usa reunião com embaixadores para repetir suspeitas sobre urnas eletrônicas

Presidente da República, Jair Bolsonaro reuniu nesta terça-feira (18), no Palácio da Alvorada diversos embaixadores a fim de organizar uma apresentação para

Postado em: 18-07-2022 às 18h08
Por: Lorenzo Barreto
Presidente da República, Jair Bolsonaro reuniu nesta terça-feira (18), no Palácio da Alvorada diversos embaixadores | Foto/Reprodução

Presidente da República, Jair Bolsonaro reuniu nesta terça-feira (18), no Palácio da Alvorada diversos embaixadores a fim de organizar uma apresentação para embaixadores de vários países na qual repetiu suspeitas já desmentidas por órgãos oficiais sobre as eleições de 2018 e a segurança das urnas eletrônicas.

Atual presidente do Tribunal Superior Eleitoral, ministro Edson Fachin foi convidado, mas recusou porque, como chefe do tribunal por motivos de imparcialidade. O ministro classificou a apresentação como uma “encenação”. Fachin afirmou que há “inaceitável negacionismo eleitoral por parte de uma personalidade pública” e uma “muito grave” acusação de fraude sem provas. Lembrando que Bolsonaro já foi alertado diversas vezes sobre esse tipo de discurso contra o TSE.

Ao fim do pronunciamento, Bolsonaro exibiu aos embaixadores um vídeo no qual aparece rodeado por apoiadores. “Isso acontece no Brasil todo, como eu já disse, o povo gosta da gente. Não pago um centavo para ninguém participar de absolutamente nada”, afirmou, com uma gigante incoerência entre o discurso citado anteriormente e o vídeo reproduzido

Veja Também