Quinta-feira, 26 de janeiro de 2023

Com apoio de Rodrigo Pacheco, Alexandre Silveira ganha força para assumir Infraestrutura

Silveira foi empossado senador ao herdar a vaga de Antonio Anastasia (PSD) em fevereiro. Desde então tem se aproximado do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT)

Postado em: 29-11-2022 às 09h06
Por: Ícaro Gonçalves
Silveira foi empossado senador ao herdar a vaga de Antonio Anastasia (PSD) em fevereiro. Desde então tem se aproximado do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) | Foto: Pedro França/Agência Senado

O senador Alexandre Silveira (PSD-MG) recebeu na segunda-feira (28/11) o apoio do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), para uma possível indicação ao Ministério da Infraestrutura. A informação foi divulgada por interlocutores de Pacheco.

Embora a composição dos ministérios de Lula da Silva (PT) ainda não esteja definida, alguns nomes vêm ganhando força e devem ser confirmados em breve. Outros já são vistos como ‘garantidos’, como é o caso de Fernando Hadadd (PT) e Simone Tebet (MDB).

Leia também: Lula convida José Múcio para Ministério da Defesa

Continua após a publicidade

Silveira foi empossado senador ao herdar a vaga de Antonio Anastasia (PSD) em fevereiro. Tentou garantir a continuidade do mandato ao disputa a eleição neste ano, mas acabou em segundo lugar e não seguirá na Casa a partir de 2023.

Durante a campanha, Silveira se aproximou de Lula e passou a ser um nome importante para garantir a vitória do petista no estado mineiro, que costuma ser determinante para o resultado de eleições presidenciais. Por isso, há quem enxergue ser natural que seja cotado a comandar um ministério.

Logo após a eleição, o senador se posicionou para ganhar espaço nos tramites da PEC de Transição. Seu partido, o PSD, almeja conseguir ao menos duas pastas no futuro governo petista. Outro nome que pode ser indicado é o de Carlos Fávaro (PSD), senador por Mato Grosso, cotado para a Agricultura, Saúde e do Desenvolvimento Regional.

Veja Também