Pesquisadores da USP comprovam a eficácia do canabidiol no tratamento de burnout

Burnout é a síndrome do esgotamento profissional

Postado em: 03-03-2022 às 15h34
Por: Cecília Sampaio
Burnout é a síndrome do esgotamento profissional | Foto: Reprodução

Na Universidade de São Paulo (USP), em Rio Preto, pesquisadores comprovaram que canabidiol (CDB) tem ação terapêutica do composto no burnot, a síndrome do esgotamento profissional. O estudo foi feito através de 120 profissionais da saúde da linha de frente da resposta à Covid-19 e chegaram a conclusão que doses diárias do medicamento reduziram sintomas de fadiga emocional em 25% nos voluntários, depressão em 50% e ansiedade em 60%.

Os mesmos pesquisadores também estão avaliando uma possível colaboração com o Instituto de Psiquiatria da USP de São Paulo  efeito do CDB na prevenção das consequências neurológicas e médicas gerais da infecção por coronavírus. 

Essa é só uma das pesquisas que mostra os benefícios dessa substância. Nesse momento no Brasil a Agência Nacional de vigilância Sanitária (Anvisa) está cinco pedidos em análise de produtos que usa canabidiol e quatro em exigência e outros três ainda devem começar a ser avaliados.

Veja Também