Juliette é acusada pelo MBL de fazer ”showmício” pró-Lula

A cantora é acusada de usar dinheiro público para fazer campanha

Postado em: 06-07-2022 às 10h16
Por: Mariana Fernandes
A cantora é acusada de usar dinheiro público para fazer campanha | Foto: Reprodução/ Rede Globo

Após uma apresentação de Juliette no festival da ‘’Festa Junina de Caruaru’’, no sábado (2), os pré-candidatos a deputado federal por São Paulo, Rubinho Nunes e Guto Zacarias da União Brasil , entraram com uma representação na Justiça Eleitoral contra a cantora.

A afronta aconteceu nesta terça-feira (5), após a cantora entoar cantos favoráveis ao pré-candidato Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e incentivar que o público participasse cantando ”olê, olê, olê, olá, Lula”. 

Em nota divulgada a CNN, enviada por Rubinho Nunes, é apontada duas supostas violações: a primeira em que diz respeito a campanha política e sobre a realização de um showmício. 

Continua após a publicidade

Rubinho também afirmou que considera “inaceitável que artistas tentem burlar a lei eleitoral para favorecer seus políticos de estimação”.  E que “tudo isso custeado com dinheiro que poderia ser investido em saúde e educação. Espero que agora aprenda a respeitar a lei”, disse o pré-candidato.

Para as eleições deste ano, as propagandas eleitorais só serão permitidas após 16 de agosto. Já em relação aos showmícios, desde 2006, o Supremo Tribunal Federal (STF) já os avalia como ilegais. A lei também prevê que, caso alguém faça campanha eleitoral antecipada, poderá pagar multa de R$ 5 mil a R$ 25 mil.

No último sábado (2), o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), começou a valer que os pré-candidatos não poderiam contratar artistas com verba pública. 

Assessores de Juliette e Lula, não se pronunciaram sobre o caso.

Veja Também