Após realizar sessão de fotos em meio aos horrores da guerra, Zelensky gera polêmica nas redes sociais

A edição é para o mês de outubro e recebe o título como "Um Retrato de Coragem: a primeira dama da Ucrânia, Olena Zelenska".

Postado em: 28-07-2022 às 14h30
Por: Victória Vieira
A edição recebe o título como "Um Retrato de Coragem: a primeira dama da Ucrânia, Olena Zelenska" | Foto: Reprodução/Vogue/Annie Leibovitz

A primeira dama da Ucrânia Olena Zelenska, de 44 anos, será a capa da revista norte-americana, Vogue, juntamente com o presidente do país, Volodymyr Zelensky. A edição é para o mês de outubro e recebe o título como “Um Retrato de Coragem: a primeira dama da Ucrânia, Olena Zelenska”. Entretanto, a escolha da revista não agradou os internautas das redes sociais, gerando acusações de que o presidente e sua esposa estariam “glamourizando” a guerra.

A divulgação da reportagem aconteceu nessa terça-feira (26/7), através do site da revista. Nas fotos realizadas por Annie Leibovitz, mostram Olena em frente a um avião destruído com soldados ao seu redor, em barricadas de areia na residência oficial do governo ucraniano e nos braços de seu marido.

Olena Zelenska com um grupo de soldados no Aeroporto Antonov, em Hostomel | Foto: Reprodução/Vogue/Annie Leibovitz

Na reportagem da jornalista Rachel Donadio, a primeira dama relata sobre os horrores da guerra, o papel relevante das mulheres no conflito e a sua relação com Zelensky.

Continua após a publicidade

“Estes foram os meses mais horríveis da minha vida e da vida de todos os ucranianos. (…) Francamente, acho que ninguém está ciente de como conseguimos lidar emocionalmente. (…) Estamos ansiosos pela vitória. Não temos dúvidas de que venceremos. E é isso que nos mantém em movimento”, desabafou.

Olena ainda discorre a sua visão sobre a guerra, informando que é um “extermínio a população ucraniana” e teme ser o próximo alvo da Rússia, se preocupando cada vez mais com a vida de seus filhos. “Nas primeiras semanas após o início da guerra ficamos chocados. Depois de Bucha entendemos que era uma guerra destinada a exterminar a todos nós. Uma guerra de extermínio”, falou.

Já Volodymyr Zelensky aproveitou a oportunidade para pedir que os países continuem apoiando a Ucrânia. O presidente ainda discordou com os comentários referentes a necessidade do gás russo para a geração de energia na Europa.

“Serei muito honesto e talvez não muito diplomático: o gás não é nada. Covid, mesmo a covid não é nada quando comparada com o que está acontecendo na Ucrânia. (…) Apenas tente imaginar o que estou falando acontecendo com sua casa, com seu país. Você ainda estaria pensando em preços de gás ou preços de eletricidade?”, argumentou.

Compartilhando a mesma preocupação de Olena, Zelensky diz que está sentindo saudades da família. Além disso, ele exalta o quão orgulhoso está de sua esposa, expressando elogios pela bravura e apoio recebido.

Olena Zelenska e Volodymyr Zelensky para a edição de outubro da Vogue | Foto: Reprodução/Vogue/Annie Leibovitz

“O lar também é a linha de frente. (…) Posso fazer isso [ficar na Ucrânia] por uma parte do nosso povo, por uma parte significativa. (…) Mas para mulheres e crianças, minha esposa estar aqui é um exemplo. Acredito que ela desempenha um papel muito poderoso para a Ucrânia, para nossas famílias e para nossas mulheres”, declarou.

Revolta

Nos vídeo publicado pela Vogue no Instagram, Zelensky e Olena estão nos bastidores rindo das fotos e filmagens junto com a fotógrafa enviada para Kiev, capital da Ucrânia. Com isso, os internautas revelaram suas revolta com a proposta da revista, acusando o presidente de tornar a guerra como algo luxuoso ou glamoroso, enquanto há milhares de pessoas morrendo.

“Muito interessante que, no meio da guerra, o presidente e sua esposa encontraram tempo para se arrumar, serem mimados com maquiagem e cabelo para serem entrevistados e fotografados. As notícias falam que as pessoas estão morrendo?”, escreveu um usuário.

“Você está realmente tirando sarro das pessoas que sofrem neste mundo? Sério. Sim, principalmente cidadãos ucranianos que vão sofrer por muito tempo agora. E russos e seus vizinhos etc? Não estamos em um filme Vogue!!!”, esbravejou.

“Você decidiu tirar uma foto para uma revista de moda e escolheu a guerra (e suas consequências) como plano de fundo para a foto??? VERDADE???”, pronunciou outra pessoa.

“Uau, eles tiveram tempo para fazer isso no meio da guerra. Impressionante”, criticou.

Em contrapartida, diversos internautas justificaram que o ensaio fotográfico poderia ser usado como um registro histórico, assim, as pessoas não esqueceriam dos horrores da guerra.

Olena Zelenska em barricadas de areia na residência oficial do governo ucraniano | Foto: Reprodução/Vogue/Annie Leibovitz

Veja Também