TRE suspende pesquisa eleitoral em Goiás por falta de candidata

A pesquisa eleitoral foi registrada no dia 18/9 e deveria ser divulgada neste sábado (24/9).

Postado em: 23-09-2022 às 19h44
Por: Luan Monteiro
A pesquisa eleitoral foi registrada no dia 18/9 e deveria ser divulgada neste sábado (24/9). | Foto: Reprodução

O Tribunal Superior Eleitoral de Goiás (TRE-GO) determinou a suspensão da divulgação da pesquisa eleitoral formulada pelo instituto Exata. Segundo a decisão, a pesquisa, registrada na Justiça Eleitoral com o número GO-0011/2022, não apresentou o nome da candidata Denise Carvalho (PCdoB), como determinado pela Justiça Eleitoral.

A pesquisa eleitoral foi registrada no dia 18/9 e deveria ser divulgada neste sábado (24/9). Mas, devido a falta da candidata no formulário, foi suspensa pelo Tribunal.

“Resolução TSE n.º 23.600/2019. Art. 3º A partir das publicações dos editais de registro de candidatas e candidatos, os nomes de todas as candidatas e de todos os candidatos cujo registro tenha sido requerido deverão constar da lista apresentada às pessoas entrevistadas durante a realização das pesquisas” diz a decisão do TRE.

Continua após a publicidade

Na decisão do Tribunal, também consta uma multa estipulada em R$ 50 mil ao instituto de pesquisa por conta da irregularidade. A Justiça Eleitoral também estipulou para o Instituto de Pesquisa um prazo de dois dias para apresentação de defesa, caso queira.

A decisão foi assinada pelo Juiz Eleitoral Auxíliar, Adenir Teixeira Peres Junior na última quinta-feira (22/9).

Veja Também