17 de dezembro de 2017 - domingo

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Esporte
Jogo
20/03/2017 | 06h00
Derrota deixa Vila Nova com sinal de alerta ligado
Técnico Mazola Júnior lamenta a falta de competência da equipe no jogo contra a Aparecidense

Edivaldo Barbosa

A derrota por 1 a 0 para a Aparecidense, no último sábado, desencadeou uma crise no Vila Nova. Apesar de o time permanecer entre os quatro primeiros classificados à semifinal do Campeonato Goiano, o momento é de preocupação no Onésio Brasileiro Alvarenga. Afinal, são duas derrotas seguidas na competição – também perdeu para o Goianésia pelo placar de 5 a 1.

No último sábado, quando o alvirrubro sofreu o revés para a  Aparecidense, o time bem que teve a chance de sair de campo comemorando a vitória. Além de desperdiçar chance de marcar, perdeu dois pênaltis com o meia Hiroshi e o atacante Wallyson, um em campo tempo. Moisés, no final da partida, não alcançou a bola que poderia ser o empate do Vila.

O presidente do Vila, Ecival Martins, lamentou a derrota e fez questão de garantir a permanência do técnico Mazola Júnior. Parte da torcida, revoltada com a atuação pífia da equipe, pediu a saída do treinador. O dirigente disse que não é hora de mudança e que o clube está trabalhando para retomar o caminho das vitórias. “Não é hora de buscar culpados”, disse. 

Mazola Júnior, ao comentar a derrota, disse que faltou competência ao Vila Nova para derrotar a Aparecidense. “Temos que lamentar a falta de competência que nós tivemos em não fazer o gol”, disse o comandante da equipe vilanovense. O treinador lamentou as cobranças de pênaltis desperdiçadas por Hiroshi e Wallyson.

Durante entrevista coletiva, Mazola criticou a forma como Hiroshi fez a cobrança da penalidade (deu uma “cavadinha”). “O Hiroshi sentiu confiança para bater, mas foi muito infeliz na escolha que ele fez”, disse o treinador. “Ele não treina daquele jeito e não bate daquele jeito. A responsabilidade é dele e a infelicidade também também é dele.”

Sem perder tempo, o Vila Nova já se prepara para o jogo da próxima quarta-feira, quando vai a Iporá enfrentar o Iporá, pela primeira rodada do terceiro turno. A partida, prevista para começar às 15h30, será disputada no Estádio Ferreira, que não possui iluminação artificial. Depois desta partida, o alvirrubro fará o clássico com o Goiás, no Serra Dourada, no próximo domingo.

Apresentação

O atacante Stéfano Yuri, de 22 anos, cedido por empréstimo pelo Santos até o final desta temporada, já está em Goiânia e fará exames médicos nesta segunda-feira. O jogador deve ser apresentado nesta semana e pode ficar à disposição de Mazola Júnior para o clássico contra o Goiás, no próximo domingo. 

Tópicos:

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)