18 de julho de 2018 - quarta-feira

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Esporte
Luto
13/03/2018 | 18h00
Morre Bebeto de Freitas dirigente do Atlético-MG
Aos 68 anos,ele acabou não resistindo a uma parada cardíaca após participar de evento na Cidade do Galo

Bebeto de Freitas, de 68 anos, diretor de administração e controle do Atlético-MG, faleceu após passar mal dentro da concentração na Cidade do Galo, na tarde desta terça-feira. Ambulâncias e um helicóptero chegaram a ser acionados para socorrer o dirigente, que não resistiu a uma parada cardíaca e morreu antes de ser levado para um hospital.

Bebeto havia participado normalmente do lançamento do time de futebol americano do Atlético-MG, o Galo FA, em evento que ocorreu no fim da manhã.

Após a cerimônia, os convidados se dirigiram ao hotel do clube, na parte superior do centro de treinamento. Bebeto de Freitas acabou passando mal, enquanto apresentava as acomodações da concentração atleticana. Ele chegou a receber o primeiro atentimento médico em um dos quartos do prédio, mas não resistiu antes de ser levado para um hospital na capital mineira.

A carreira esportiva de Paulo Roberto Freitas, o Bebeto de Freitas, é extensa: foi jogador e técnico da seleção brasileira de voleibol. Foi treinador da “geração de prata” nos Jogos Olímpicos de 1984, em Los Angeles. No futebol, teve a primeira passagem pelo Atlético-MG em 1999. Trabalhou no clube ainda em 2001. Foi presidente do Botafogo entre 2003 e 2008. Posteriormente, voltou ao Galo como diretor-executivo, em 2009. Assumiu a Secretaria Municipal de Esporte e Lazer na gestão de Alexandre Kalil na prefeitura de Belo Horizonte, no início de 2017. Com a eleição de Sérgio Sette Câmara para presidente do Atlético-MG, no final do ano passado, retornou ao clube, desta vez no cargo de diretor de administração e controle.

O Atlético-MG decretou luto oficial de três dias após o falecimento do dirigente. Alexandre Kalil, prefeito de Belo Horizonte e ex-presidente do clube, foi um dos primeiros a se manifestar pela morte de Bebeto de Freitas.

A situação alterou a programação do Atlético-MG na tarde desta terça-feira. O time se prepara para o confronto com o Figueirense, pela terceira fase da Copa do Brasil, marcado para esta quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), no Independência. Uma das coletivas que aconteceria no CT alvinegro foi cancelada. Jogadores, funcionários e dirigentes do clube, que ficaram na parte de cima do centro de treinamento, onde a imprensa não tinha acesso, se mostravam muito abatidos com o ocorrido. O treinamento acabou cancelado.

Fonte: Globo Esporte/Foto:Rerpodução

 

Tópicos:

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)