A PHP Error was encountered

Severity: Notice

Message: Use of undefined constant v - assumed 'v'

Filename: controllers/noticia.php

Line Number: 85

ESPORTE - Atlético tem diferentes caminhos para garantir acesso à elite nacional
Quarta-feira, 13 de novembro de 2019
GOIÂNIA-GO
{{tempo.temperatura}}°

Esporte

Atlético tem diferentes caminhos para garantir acesso à elite nacional

Postado em: 08-11-2019 às 16h45
A cinco rodadas do fechamento da Série B, o Dragão faz as contas para garantir uma vaga na Série A do Brasileirão de 2020 - Foto: Paulo Marcos

Luiz Felipe Mendes

Faltam cinco jogos, cinco batalhas, cinco finais. Na reta final da Série B do Campeonato Brasileiro de 2019, o Atlético Goianiense está na terceira colocação com 75,5% de probabilidade de acesso para a elite nacional, de acordo com o site Chance de Gol. Com dois confrontos fora de casa pela frente, o Dragão pode terminar a sequência já garantido na Série A do ano que vem.

É incrível como uma única rodada pode mudar totalmente o pensamento de uma equipe no Brasileiro. Antes de entrar em campo para medir forças com o Londrina na terça-feira passada, o Atlético estava dois pontos acima do América Mineiro, primeiro time fora do G-4. Se tivesse perdido e o Coelho triunfado, o Dragão perderia o espaço entre os quatro primeiros e seria ultrapassado, ficando perigosamente fora da zona do acesso logo no momento mais crucial da competição. Contudo, o rubro-negro fez a sua parte e derrotou o Tubarão, enquanto o América foi batido pelo CRB em seus próprios domínios.

Com isso, a tabela de classificação está da seguinte maneira: Bragantino (65), Sport (57), Atlético (54), Coritiba (53), Paraná (50), América (49) e Operário (48). O Botafogo-SP (47), o CRB (47), o Cuiabá (47) e a Ponte Preta (43) também sonham. Com o panorama citado, o mais cedo que o Dragão pode garantir uma vaga na Série A é daqui a duas partidas, na 35ª rodada. Para isso, precisaria de uma combinação improvável de resultados.

Além de ter que superar CRB e Oeste longe de casa, teria que torcer contra seus adversários diretos. O máximo que poderiam chegar é nos 51 pontos. Para isso, o Paraná precisaria de 1E e 1D no máximo (contra Vitória e São Bento). O América, de no máximo 2E (contra Londrina e Cuiabá). Com o Operário, 1V e 1D seriam suficientes (contra Vila e Bragantino). O Botafogo-SP, 1V e 1E (contra Bragantino e Sport), e o CRB 1D e 1V, respectivamente, já que enfrenta o próprio Atlético no sábado que vem e depois o Vitória. O Cuiabá não poderia conseguir mais que 1V e 1E (contra São Bento e América), e a Macaca não ameaçaria o Dragão nem se vencesse seus dois compromissos.

É difícil, mas não impossível. Para conseguir o acesso após o fim da 36ª rodada, por outro lado, os atleticanos precisariam manter uma distância de ao menos seis pontos e uma vitória em relação ao concorrente mais próximo. Esta situação é um pouco mais acessível, já que o Dragão recebe o Paraná no Antônio Accioly em confronto direto, no dia 15 de novembro, e conseguindo três pontos se impulsionaria e deixaria para trás um rival na briga pelo G-4. Para subir na 37ª rodada, bastaria vencer os três próximos jogos, e assim não dependeria de mais ninguém. Se ainda houver indefinição na rodada final, as coisas podem se complicar, já que o último duelo é diante do Sport, atual segundo colocado da Série B.

Para que isso tudo possa acontecer, no entanto, o rubro-negro goiano tem que fazer a sua parte. Se perder para o CRB, por exemplo, ainda permanece no G-4, mas pode ver a vantagem diminuir para apenas uma unidade. A verdade é que o Atlético depende somente de si mesmo – se for capaz de continuar somando três pontos, nem precisa se preocupar com os outros placares.


Últimos jogos do Dragão

09/11: CRB (fora)

12/11: Oeste (fora)

15/11: Paraná (casa)

21/11: Brasil de Pelotas (fora)

30/11: Sport (casa)

Seja o primeiro a comentar

Fazer comentário

Acesse sua conta para comentar, é rápido e gratuito.

Inscreva-se na newsletter e receba

conteúdo exclusivo

Digite aqui o que deseja pesquisar