17 de outubro de 2018 - quarta-feira

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Ser Do Bem
Quadrilha divertida
20/06/2018 | 09h20
Crianças especiais comemoram festa junina com piquenique
O arraíque, um arraiá com formato piquenique será realizado nesta quarta-feira (20) a partir das 18h no Parque Veiga Jardim

Toda criança adora as festas juninas, mas nem todas têm condições de participar das festas comuns que acontecem na cidade. As famílias com crianças especiais têm dificuldades em encontrar opções acessíveis para seus filhos. E foi pensando nisso que a fisioterapeuta e diretora do Centro Goiano de Reabilitação Neurofuncional (CGRN), Silvana Vasconcelos, decidiu promover uma festa junina diferente: o arraíque, um arraiá com formato piquenique será realizado nesta quarta-feira (20) a partir das 18h no Parque Veiga Jardim.

“Decidimos fazer como uma forma de incluir as crianças e promover um tempo de qualidade com as famílias dos nossos pacientes e com os pacientes. Quisemos levá-los para o parque para eles se divertirem porque essas atividades são muito importantes para eles como família e para nós também termos convivência com eles fora do ambiente terapêutico”, afirma Silvana. As famílias abraçaram a ideia e mais de 15 pacientes da clínica já estão confirmados. A ideia de fazer a comemoração para os pequenos pacientes da clínica surgiu porque a equipe sempre promove atividades ao ar livre para que as crianças possam desfrutar de momentos de convivência social.

Além das comidas típicas, a equipe decidiu fazer uma quadrilha. “Teremos decoração temática e pensamos na quadrilha para incluir as crianças nesse contexto de festa junina. Alguns andam de andador, outros são cadeirantes, então vamos fazer essa quadrilha no tempo deles, respeitando a necessidade de cada um para que eles se divirtam”, finaliza a fisioterapeuta.

Sobre o Protocolo PediaSuit

O Protocolo PediaSuit consiste em uma modalidade terapêutica diferenciada na qual o paciente é atendido por Terapia Intensiva associada à órtese corporal PediaSuit, que favorece o alinhamento biomecânico, a propriocepção e a reorganização músculo-articular que otimizam o controle postural e a função global. O programa de Terapia Intensiva PediaSuit é realizado pelo período de quatro horas diárias por quatro semanas, seguido de duas semanas de manutenção com seis horas semanais. A extensão e duração do tratamento serão determinadas de acordo com a necessidade de cada paciente. Esse ciclo deve se repetir, sem intervalos, enquanto se fizer necessário para a reabilitação do paciente. 

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)