Após 3 anos em obras, Terminal Isidória deve ser entregue esse mês

A Prefeitura de Goiânia confirmou que o novo Terminal Isidória têm previsão de ser concluído no próximo dia 22

Postado em: 11-07-2022 às 10h35
Por: Alexandre Paes
A Prefeitura de Goiânia confirmou que o novo Terminal Isidória têm previsão de ser concluído no próximo dia 22 | Foto: Reprodução

Nesta segunda-feira (11) a Prefeitura de Goiânia confirmou que o novo Terminal Isidória têm previsão de ser concluído no próximo dia 22, quase três anos após o início de sua remodelação. As obras no local começaram em setembro de 2019 com a promessa de conclusão em um ano. A última etapa do trabalho fez a instalação de ferramentas tecnológicas para garantir conectividade e maior segurança no local.

O novo Terminal Isidória, além de moderno em sua estrutura física, é um terminal inteligente, que faz com que a tecnologia trabalhe a favor da população”, explica em nota a Secretaria Municipal de Inovação, Ciência e Tecnologia (Sictec). No terminal foram instalados cinco roteadores WiFi, que terão acesso liberado para que a população que irá transitar pelo local possa ter conectividade à internet.

O novo Terminal também ganhou 32 câmeras de videomonitoramento, 30 delas Bullets, comumente utilizadas em ambientes externos como uma ferramenta intimidativa pelo seu formato alongado. Elas foram fixadas nas entradas e plataformas de embarque.

Continua após a publicidade

Conforme a Sictec, todo o sistema de videomonitoramento é interligado ao Centro de Controle Integrado, vinculado à pasta, ao qual a Guarda Civil Metropolitana e a Secretaria Municipal de Mobilidade têm acesso nas 24 horas do dia, o que deve trazer mais segurança aos usuários do transporte público de Goiânia.

Melhorias na infraestrutura do Terminal Isidória

Os usuários, vão encontrar um terminal com quatro plataformas comuns e uma para o BRT. Com estrutura metálica, a cobertura possui 8 mil metros quadrados, sustentada por 35 pilares de concreto, com altura de até 11 metros. O terminal recebeu telhas de aço zipado com inclinação média de 3%, acabamento de pintura eletrostática branca e proteção termoacústica. No local também há banheiros, lanchonetes e espaço para apoio administrativo.

As linhas que passam por ali segundo a Companhia Metropolitana de Transportes Coletivos (CMTC), entre origem e retorno, transportam uma média mensal de 1,5 milhão de passageiros. De acordo com a CMTC, os ônibus que alimentam essas linhas voltam ao Isidoria no dia seguinte à inauguração, independentemente da conclusão das obras do BRT.

Desde a interdição do espaço para a reforma, os passageiros têm utilizado um terminal provisório na Alameda João Elias da Silva Caldas, a cerca de 500 metros de distância.

As obras do BRT Norte-Sul começaram em março de 2015, na gestão de Paulo Garcia (PT), com previsão de entrega até o final de 2016, mas sua conclusão vem sofrendo sucessivos adiamentos, aditivos orçamentários e atraso de pagamentos. O corredor possui 21 km de extensão, seis terminais, 36 estações de embarque e desembarque, duas passagens inferiores e um viaduto.

Veja Também