Terça-feira, 21 de março de 2023

Procon intensifica fiscalização para barrar aumento abusivo nos preços dos combustíveis, em Goiás

A fiscalização é realizada desde o dia 12 de setembro após denúncias por parte dos consumidores

Postado em: 20-09-2022 às 09h08
Por: Mariana Fernandes
A elevação chegou a R$ 0,80 litro | Foto: Banco de Imagens

O Procon Goiás irá intensificar a fiscalização iniciada junto aos postos de combustíveis, dentro de todo o Estado. O objetivo da intensificação é barrar o aumento excessivo nos preços dos combustíveis, verificando também 111 estabelecimentos comerciais. A ação teve início nesta semana, após o órgão verificar uma alta atípica nos preços da gasolina comum. 

Em Goiânia, dois postos já foram autuados, um deles por divergência de preços e o outro por falta de informações sobre os tributos que incidem no valor total do combustível. Além da capital, os agentes atuam nas cidades de Aparecida de Goiânia, Goianira e Senador Canedo. 

O superintendente do Procon Goiás, Levy Rafael, concluiu que o aumento repentino será ”rigorosamente apurado”. Ele pontuou ainda que não houve reajuste nos preços por parte da Petrobras após a redução do ICMS. ”Se essa margem subir consideravelmente, é considerado aumento abusivo. Neste momento achamos por bem exigir as planilhas operacionais, exatamente para verificar se a justificativa que está sendo dada pelo Sindiposto”, concluiu.

Continua após a publicidade

Veja também: Goiana celebra vitória do Miss Brasil Plus Size

O Procon realiza a fiscalização nos postos, desde o dia 12 de setembro após várias denúncias de consumidores. Os fiscais chegaram a encontrar o litro  da gasolina sendo comercializado a R$ 5,27 e o etanol a R$ 3,67. A elevação chegou até R$ 0,80 o litro.

Veja Também