Vila sai na frente, mas cede empate

Postado em: 16-02-2016 às 00h00
Por: Redação

Edivaldo Barbosa

OVila Nova voltou a empatar pelo Goianão. No fechamento da quinta rodada, ontem à noite, contra o Itumbiara, no Estádio JK, em Itumbiara, o alvirrubro ficou no 1 a 1 e terminou o  1º turno em segundo lugar no Grupo B do Campeonato Goiano. Com 6 pontos, a equipe do técnico Márcio Fernandes está a 7 pontos do Atlético Goianiense, líder da chave. O tricolor soma agora 6 pontos.

O atacante Frontini abriu o placar para o alvirrubro no primeiro tempo. Na etapa final, porém, o alvirrubro recuou e sofreu o gol de empate marcado por Léo Gago, aos 30, após pênalti cometido por Marinho Donizete. O próximo compromisso do Vila será contra o Trindade, no Serra Dourada, no domingo. Já o Itumbiara vai encarar o Atlético, no próximo sábado. 

Jogo

Precisando da vitória para amenizar a crise que ronda o Onésio Brasileiro Alvarenga, o Vila Nova decidiu valorizar a marcação e neutralizar as investidas do Itumbiara. Apesar de “povoar” o meio-campo ao adotar o esquema 4-5-1, o alvirrubro sentiu dificuldade nos primeiros minutos da partida no Estádio JK. O tricolor chegou com perigo, aos 6 minutos, quando Hiltinho chutou e a bola desviou na defesa e foi para fora.

Aos poucos, os vilanovenses equilibraram as ações e passaram a buscar o gol defendido por Rodrigo Calaça. Aos 23, Fernando Neto recebeu a bola na entrada de pequena área e desperdiçou a oportunidade ao chutar mascado pela linha de fundo. O alvirrubro, enfim, fez no Estádio JK. Aos 35, o atacante Frontini desviou a bola e abriu o placar. O gol deu tranquilidade ao alvirrubro, que terminou o primeiro tempo melhor que o rival.

No retorno para a etapa final, o técnico Márcio Fernandes substituiu Zotti por Dudu, enquanto o Itumbiara registrou a saída de Memo para a entrada de Robertinho. O Vila, no segundo tempo, manteve a mesma postura de valorizar, primeiro, a marcação e depois buscar o gol adversário. Dudu, aos 9, recebeu a bola na direita e bateu errado, desperdiçando a chance de marcar o segundo gol para o alvirrubro.

O Itumbiara apertou o cerco e, aos 11, Maranhão realizou boa jogada pela direita, chutou forte e o goleiro Edson evitou o gol de empate. O Vila Nova respondeu, aos 19, com Fernando Neto. O meia driblou um marcador, mas pecou na conclusão ao bater por cima do gol defendido por Rodrigo Calaça. Marinho Donizete, aos 30, fez falta dentro da área em Bruno Farias: pênalti. Léo Gago cobrou e deixou tudo igual no JK.

O capitão Robston, aos 40, recebeu passe açucarado de Fernando Neto, mas pegou mal na bola e chutou por cima do gol de Calaça. O Vila, ao contrário de boa parte do segundo tempo, pressionou o rival nos minutos finais. Fernando Neto recebeu lançamento e não aproveitou a chance porque Calaça fechou o ângulo, aos 46. 

Compartilhe: