Vai começar a Era Tite

Seleção Brasileira realiza primeiro treino em Quito, no Equador, antes de enfrentar país pelas Eliminatórias da Copa do Mundo

Postado em: 30-08-2016 às 06h00
Por: Sheyla Sousa
Seleção Brasileira realiza primeiro treino em Quito, no Equador, antes de enfrentar país pelas Eliminatórias da Copa do Mundo

O técnico Tite comandou o seu primeiro trabalho à frente da seleção brasileira de futebol, realizado na noite de ontem no Estádio Casa Blanca, da LDU, em Quito, no Equador. As atividades de hoje serão em mesmo local e, amanhã, o grupo treina no Estádio Olímpico Atahualpa.
O comandante do Brasil contou 21 dos 23 convocados. Apenas os zagueiros Marquinhos, que chega hoje, e Miranda, que não se apresentou a tempo, não participaram. O goleiro Alison, da Roma, foi um dos últimos chegar e não tinha previsão de ir a campo, mas acabou trabalhando normalmente.
Tite testou a equipe em jogadas de bola parada. Os goleiros revezaram, mas o primeiro time montado por ele contava com Dani Alves, Geromel, Gil e Marcelo; Casemiro, Paulinho e Renato Augusto; Willian, Neymar e Gabriel Barbosa. É o primeiro indício dado pelo técnico de como será a escalação no confronto de quinta, contra o Equador, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo.
Lucas Lima, Gabriel Jesus e Rafael Carioca foram designados apenas para atividades físicas nos vestiários e correram em volta do gramado. 
Jesus e Carioca, inclusive, são dois dos estreantes do grupo. Na relação divulgada ontem pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), o atleta do Palmeiras herda a camisa nove e vê como normal a situação, visto que se inicia um novo trabalho com Tite. 
“Acho que mudanças são importantes em se tratando de Seleção, é um novo trabalho, não só pela convocação de alguns estreantes, mas também pela comissão, pelo momento. A conquista da medalha de ouro ajuda a melhorar, é um recomeço para a Seleção”, disse.
Recuperado de lesão no tornozelo, Rafael Carioca, apesar do susto, garantiu ter condições de jogo e estar pronto para defender a seleção na quinta-feira. “Estou ansioso, é um sonho realizado. Pelo momento que eu vivo, tenho que dar continuidade para fazer um bom trabalho. Não chegou a ser uma lesão. No começo todos ficaram preocupados, mas eu voltei a treinar antes do jogo de domingo e consegui ir a campo sem sentir dores. Estou 100% para ajudar”, afirmou.
Com apenas nove pontos conquistados em seis jogos das Eliminatórias, o Brasil ocupa o sexto lugar na competição, fora do grupo dos quatro que se classificam ao Mundial da Rússia, em 2018, e atrás do quinto, que garante, pelo menos, vaga na repescagem contra representante da Oceania.
Além do Equador, nesta quinta-feira, a seleção também encara a Colômbia, na próxima terça, na Arena da Amazônia, em Manaus-AM. Os confrontos serão decisivos para o futuro da equipe da competição.

Veja Também