Moisés aciona a Justiça e deve deixar o Vila

Postado em: 07-01-2017 às 13h00
Por: Sheyla Sousa
Antes da decisão judicial, atacante tenta rescindir seu contrato de forma amigável para defender as cores do Ceará

Edivaldo Barbosa

Alegando que o Vila Nova não vem depositando o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) e que recebeu cheques pré-datados como forma de pagamento dos meses de novembro, dezembro e 13º salário – o que é proibido pelas normas trabalhistas –, o atacante Moisés acionou a Justiça do Trabalho para receber seus direitos e rescindir unilateralmente o vínculo contratual com o clube. O jogador, inclusive, já teria acertado a sua transferência para o Ceará.

Ontem, ele concedeu entrevista à Rádio Assunção, de Fortaleza, e disse que até segunda-feira irá se reunir mais uma vez com o presidente do Vila, Ecival Martins, para se desvincular oficialmente do clube. Caso as partes não chegam a um acordo, Moisés aguarda pedido de liminar na Justiça para deixar o Onésio Brasileiro Alvarenga. A audiência está marcada para 23 de maio, mas o jogador, através de seu advogado, está tentando antecipar a decisão para que ele possa assinar vínculo contratual com o Vozão.

“Acredito que até segunda-feira, no máximo [vou resolver o problema com o Vila]”, disse Moisés à emissora da capital cearense. “Vou estar com o presidente para a gente ter mais uma conversa. Ele entende da situação e vai estar me ajudando”, destacou o atacante. Questionado se poderia buscar uma outra saída, caso o Vila venha a dificultar a rescisão, o Profeta (como é chamado pelo torcida vilanovense) disse que não pretende causar atrito com o alvirrubro. “Mas se tiver que tomar medidas cabíveis, a gente vai tomar”, avisou. “A gente pensa em resolver da forma mais amigável”, afirmou, explicando que o presidente vilanovense tem convicção do seu interesse de sair do Vila.

Copa SP

Líder do Grupo 2, o Vila Nova decide, neste sábado, o seu futuro na Copa São Paulo de Futebol Júnior. Às 14 horas, a equipe do técnico Lucas Oliveira faz jogo decisivo com o Mirassol, terceiro colocado da chave, no Estádio Prefeito Alberto Victolo, em Tanabi (SP). 

Com 4 pontos, o Sub-20 do Vila se classifica com um simples empate, já que o Mirassol soma 3 pontos e precisa vencer para alcançar a próxima fase. Depois da partida preliminar entre Vila e Mirassol, Náutico e Tanabi-SP jogarão às 16 horas no mesmo estádio, pela terceira e última rodada do Grupo 2.  

Compartilhe: