Bobsled do Brasil estreia em Pequim 2022 com a disputa no trenó de duas pessoas

O bobsled é considerado a Fórmula 1 dos esportes de inverno porque o carrinho com quatro integrantes pode ultrapassar 150km/h. E o

Postado em: 13-02-2022 às 10h27
Por: Ildeu Iussef
Edson Bindilatti será o piloto e Edson Martins será o responsável por empurrar e frear o carrinho no Centro Nacional de Esportes de Pista, em Yanqing | Foto: Alexandre Castello Branco/COB

O bobsled é considerado a Fórmula 1 dos esportes de inverno porque o carrinho com quatro integrantes pode ultrapassar 150km/h. E o Brasil já não pode mais ser considerado um estranho no esporte. O país esteve representado na modalidade nas Olimpíadas de Salt Lake 2002, Turim 2006, Sochi 2014 e Pyeongchang 2018.

Em Pequim 2022, além do trenó com quatro integrantes, estará também representado no de duas pessoas. Edson Bindilatti e Edson Martins serão, respectivamente, o piloto e o breakman (responsável por empurrar e frear o trenó), na estreia do Brasil na modalidade na China, nesta segunda (14), às 09h05 (horário de Brasília).

“Não tenho nem palavras para definir essa estreia. Ansiedade como se fosse a primeira edição, mas com mais tranquilidade, experiência e maturidade. É bom isso, se não tiver mais o friozinho na barriga, tem que parar mesmo. Estou ansioso e espero fazer um grande trabalho, um bom desempenho em termos de parte técnica e física, que é o que está ao nosso alcance. Todos os atletas que estão aqui, sem exceção, têm experiência de Jogos Olímpicos. O Edson Martins está no terceiro Jogos, Rafael e Erick, no segundo e eu, na quinta. Temos uma maturidade muito boa para chegar na competição e poder dar o nosso melhor”, disse Bindilatti.

Continua após a publicidade

O palco da modalidade é o Centro de Nacional de Esportes de Pista, em Yanqing. Serão duas descidas no percurso que tem 1.9km, com 16 curvas com diferentes ângulos e inclinações nesta segunda (14). Na terça-feira (15), haverá uma terceira e, se ficar entre os 20 melhores, descerão para a quarta e definitiva bateria.

“Nosso objetivo no 2-man é a melhor colocação possível. A gente quer fazer o melhor no push, na pilotagem, vamos preparar o trenó da melhor maneira possível. Estamos com uma estrutura de trabalho muito grande, todos engajados com a competição. No 2-man, temos uma dificuldade maior, mas é uma grande preparação para o 4-man, que é onde a gente tem mais chances de fazer um resultado mais expressivo”, analisou Bindilatti.

A melhor colocação do Brasil no bobsled para duas pessoas foi em Sochi 2014, com o 19º lugar da equipe feminina formada por Fabiana Santos e Sally Silva. No trenó para quatro integrantes, o principal resultado é o 23º lugar em Pyeongchang.

Veja Também