Já classificado, Atlético empata com o Crac, que também se classifica para o mata-mata

O Atlético Goianiense encerrou sua participação na primeira fase do Campeonato Goiano com um empate. Classificado com antecedência para o mata-mata da competição estadual, o Dragão ficou no 0 a 0 com o Crac, no Estádio Genervino da Fonseca, em Catalão.

Postado em: 06-03-2022 às 18h21
Por: Breno Modesto
No Estádio Genervino da Fonseca, em Catalão, Crac e Atlético ficaram no 0 a 0 | Foto: Paulo Marcos/Atlético-GO

O Atlético Goianiense encerrou sua participação na primeira fase do Campeonato Goiano com um empate. Classificado com antecedência para o mata-mata da competição estadual, o Dragão ficou no 0 a 0 com o Crac, no Estádio Genervino da Fonseca, em Catalão. O resultado de igualdade beneficiou também o Leão do Sul, que ficou com a última vaga do Grupo B.

Com o ponto conquistado, o Rubro-Negro chegou aos 17 e se manteve na vice-liderança de sua chave. A campanha foi a quarta melhor na classificação geral. Já o Crac, que iniciou a rodada em terceiro, caiu para quarto, com 13 pontos, dois a menos que o Iporá, que o ultrapassou. Na próxima fase, o Dragão enfrentará o Morrinhos. Já o Leão terá o Goiás pela frente.

O jogo

Continua após a publicidade

Precisando do resultado para se classificar sem depender de ninguém, o Crac começou a partida pressionando o Atlético Goianiense. Próximo à marca de 10 minutos, os donos da casa tiveram duas boas oportunidades de abrir o placar no Genervino da Fonseca.

A primeira veio aos oito, quando Igor Caetano recebeu um belo passe e saiu na cara de Luan Polli. Rapidamente, o camisa 8 tentou a finalização, mas viu o arqueiro rubro-negro fechar o gol e fazer a defesa.

No minuto seguinte, foi a vez de Kayron arriscar. De fora da área, o centroavante do Leão do Sul mandou uma bomba. Sem titubear, Luan Polli, de manchete, jogou para escanteio, evitando o que seria o gol do Crac.

O Dragão conseguiu responder apenas aos 24. Marlon Freitas foi lançado em profundidade, pela direita, chegou à linha de fundo e cruzou para o meio da área. Antes que Dellatorre finalizasse, Dida cortou e jogou nos pés de Airton, que chutou em cima da zaga catalana.

Menos de um minuto depois, o Rubro-Negro chegou outra vez. Com um lindo lançamento, Jorginho deixou Wellington Rato livre para marcar. Porém, a finalização do camisa 7 acabou parando no calcanhar de Dida, que salvou o Crac.

No segundo tempo, as chances demoraram a aparecer. A primeira da etapa final veio aos 21. Ygor Vinícius tocou para Tchô, que deixou a bola passar para Kayron. De maneira inteligente, o camisa 9 serviu o meia, que chutou em Luan Polli.

No finalzinho, o Atlético Goianiense ainda teve mais duas oportunidades para conquistar a vitória. Primeiro, com Marlon Freitas, que aproveitou passe rasteiro de Léo Pereira, dentro da área, e chutou por cima da meta de Dida.

E, depois, foi a vez do próprio Léo Pereira tentar decidir. O atacante recebeu de Luis Phelipe, que fez sua estreia com a camisa da equipe atleticana, cortou para o meio da área e chutou de esquerda. A finalização passou ao lado do gol.

Ficha técnica

Crac 0x0 Atlético-GO

Data: 6 de março de 2022

Horário: 15h30

Local: Estádio Genervino da Fonseca, em Catalão (GO)

Árbitro: André Luiz Castro

Assistentes: Cristhian Passos e Ricardo Prado

Crac: Dida; Duda (Amorim), Gabriel Perez, Anderson Alagoano (Eduardo) e Magalhães; Marquinhos Bento, Igor Caetano (Tchô) e Maurício; Ygor Vinícius, Kayron (Hugo) e Janderson.

Técnico: Wilson Gottardo

Atlético-GO: Luan Polli; Dudu (Luan Sales), Wanderson, Ramon Menezes e Jefferson; Ramon Carvalho (Baralhas), Marlon Freitas, Jorginho e Wellington Rato (Léo Pereira); Dellatorre (Luis Phelipe) e Airton (Brian Montenegro).

Técnico: Umberto Louzer

Veja Também