Em duelo eletrizante, Verstappen leva a melhor sobre Leclerc na Arábia Saudita

Postado em: 27-03-2022 às 15h53
Por: Ildeu Iussef
Atual campeão, piloto holandês da RBR assumiu a ponta da prova nas últimas voltas em duelo emocionante com o monegasco da Ferrari, que segue líder do campeonato | Foto: Divulgação FIA

As 50 voltas do GP da Arábia Saudita no Jeddah Corniche Circuit foram marcadas por muita emoção, principalmente, nos instantes finais. O piloto Sergio Pérez largou da pole position e liderou a prova até a volta 16 quando fez uma parada e acabou caindo para a quarta posição, sendo ultrapassado por Charles Leclerc e Carlos Sainz, da Ferrari, e por Max Verstappen, seu companheiro de equipe. 

Depois de um duelo eletrizante entre Max Verstappen e Charles Leclerc, da Ferrari, nas últimas oito voltas da prova. O holandês da RBR ultrapassou o piloto monegasco faltando três voltas para o fim e não largou mais a ponta.

A terceira colocação ficou com Carlos Sainz, também da Ferrari. A equipe italiana colocou seus dois pilotos no pódio nas duas primeiras corridas do ano. Já Lewis Hamilton, da Mercedes, após largar de 15º lugar escalou o pelotão e recebeu a bandeirada na 10ª posição.

Recordes

Lewis Hamilton se tornou o piloto com mais corridas por uma mesma equipe em toda a F1. O piloto britânico completou a marca de 180 largadas pela Mercedes, superando as 179 de Michael Schumacher na Ferrari entre 1999 e 2006. Em 180 corridas pela Mercedes, entre 2013 e 2022, Lewis Hamilton acumula 82 vitórias, 77 poles e 134 podiums.

Fórmula 2

O brasileiro Felipe Drugovich, da equipe holandesa MP Motorsport, subiu ao pódio nas duas corridas disputadas neste final de semana no Jeddah Corniche Circuit, na Arábia Saudita.

Na prova de sábado (26), após largar da 10ª posição, Drugovich escalou o pelotão e terminou em quarto lugar, mas após o britânico Jake Hughes ser desclassificado por irregularidade técnica ao final da prova, o brasileiro assumiu o terceiro lugar. 

Já no domingo (27), Felipe Drugovich largou da pole position, liderou a prova de ponta a ponta, ficando fora da liderança apenas durante o período de pit stops, enquanto seus rivais não faziam suas paradas e subiu ao lugar mais alto do pódio.Com os resultados, Drugovich assume a liderança da F2, com 45 pontos. O segundo é Liam Lawson, com 34, seguido de Verschoor, com 32.

Além disso, o piloto de Maringá soma agora 10 pódios na categoria, sendo quatro vitórias na F2 desde 2020, seu ano de estreia na categoria.

Compartilhe: