Ruan Santos pede “trabalho dobrado” para Brasil de Pelotas reagir rápido na Série C

Postado em: 02-06-2022 às 19h45
Por: Breno Modesto
Foto: Volmer Perez/GE Brasil

No próximo final de semana, a Série C do Campeonato Brasileiro chegará à metade de sua primeira fase. Sendo disputada em uma formato diferente neste ano, a Terceirona tem, atualmente, o Mirassol como seu líder. Até aqui, em oito rodadas disputadas, o Leão somou 17 pontos. Um a mais que o ABC e que o Botafogo, da Paraíba, que aparecem em segundo e terceiro, respectivamente.

Das quatro equipes que foram rebaixadas da Série B do ano passado, quem vive o pior momento na competição nacional é o Brasil de Pelotas, que é o penúltimo colocado e sofreu três derrotas nos últimos três jogos que disputou, o que resultou na demissão do técnico Jerson Testoni, na última segunda-feira (30).

E, no próximo sábado (4), o Xavante tentará colocar um ponto final na sequência negativa. Fora de casa, os gaúchos enfrentarão justamente o Mirassol. A partida é vista com dificuldades pelo volante Ruan Santos. No entanto, o jogador acredita que, o Brasil de Pelotas chegará confiante no interior do Estado de São Paulo para tentar fazer um bom jogo, conquistar pontos e subir na tabela de classificação.

“Vai ser um jogo difícil. Mas a nossa equipe vai até Mirassol com bastante confiança para pontuar e para fazer um bom jogo fora de casa. Nossa equipe precisa reagir o mais rápido possível. Quando conseguirmos pontuar, com vitórias, já muda toda a situação da nossa colocação da tabela. Vamos lutar até a última rodada pra classificar e levar o Brasil de volta à Série B. Esse é o nosso objetivo”, disse Ruan.

Na visão de Ruan Santos, em um momento de dificuldade como esse, é preciso “trabalhar dobrado” para sair da zona de rebaixamento da terceira divisão nacional. Além disso, o volante cita que é preciso que o grupo se abrace ainda mais para dar a volta por cima.

“O campeonato cada vez mais vai afunilando. A gente tem que continuar “trabalhando dobrado” pra sair dessa, únicos que podem mudar isso somos nós jogadores dando continuidade no trabalho do dia a dia. Como eu disse, a equipe precisa reagir o mais rápido possível, pois estamos em uma colocação na tabela que é muito perigosa. Nesse momento, temos que nos abraçar mais ainda, para que possamos sair dessa situação”, finalizou Ruan Santos.

Compartilhe: