Quem é Whitehead, bispo que ostentava diamantes e teve US$ 1 milhão roubado durante culto

O bispo norte-americano Lamor Whitehead, conhecido por seu estilo de vida luxuoso e extravagante, teve cerca de US$ 1 milhão (ou R$

Postado em: 27-07-2022 às 17h30
Por: Ícaro Gonçalves
Entre os itens roubados estão relógios Rolex, diamantes e esmeraldas. Após o roubo, os ladrões mascarados escaparam em uma Mercedes, disse Whitehead | Foto: Reprodução

O bispo norte-americano Lamor Whitehead, conhecido por seu estilo de vida luxuoso e extravagante, teve cerca de US$ 1 milhão (ou R$ 5,3 milhões) em joias roubados durante um culto em Nova York no último domingo (24/7).

Entre os itens roubados estão relógios Rolex, diamantes e esmeraldas. Após o roubo, os ladrões mascarados escaparam em uma Mercedes, disse Whitehead. A polícia ainda está investigando o caso. Nenhum suspeito foi identificado ou preso até o momento.

“Quando eu os vi entrar no santuário com suas armas, eu disse a todos que se abaixassem, todos se abaixassem”, disse ele mais tarde no Instagram. “Não sabia se eles queriam atirar na igreja ou se eles estavam apenas vindo para um assalto”.

Continua após a publicidade

Leia também: Saiba quem é pastor Osório, religioso cego de Goiás acusado de faturar R$ 15 milhões aplicando golpes em fiéis

No vídeo, Whitehead pergunta: “Quantos de vocês perderam sua fé porque viram outra pessoa morrer?” momentos antes de vários homens armados vestidos de preto entrarem na igreja no Brooklyn, em Nova York.

Assista ao momento do roubo:

Investigação

Após o roubo, o jornal New York Post informou que os itens levados dele e de sua esposa incluíam relógios Rolex e Cavalier de US$ 75 mil, um anel de rubi e diamante episcopal de US$ 25 mil e um par de brincos de US$ 25 mil — e até mesmo sua aliança de casamento.

Em um comunicado, o prefeito de Nova York, Eric Adams — que conhece Whitehead desde pelo menos 2013 — disse que o Departamento de Polícia de Nova York está investigando o crime.

“Ninguém nesta cidade deveria ser vítima de assalto à mão armada, muito menos nossos líderes religiosos”, disse Adams.

Whitehead, por sua vez, ofereceu uma recompensa de US$ 50 mil por informações que levem à prisão.

O último incidente, no entanto, gerou uma torrente de críticas nas mídias sociais sobre seus gostos luxuosos e estilo de vida.

“Não se trata de ser chamativo”, disse Whitehead. “É sobre eu comprar o que eu quero comprar.”

Veja Também