21 de agosto de 2017 - segunda-feira

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Esporte
Taça Rio
17/04/2017 | 06h00
Vasco da Gama leva a melhor sobre Botafogo
O Vasco equilibrou a partida, mesmo sem levar grande perigo ao goleiro Helton Leite

Na decisão da Taça Rio, o Vasco levou a melhor diante do Botafogo, ontem, no Estádio Nilton Santos. O Gigante da Colina derrotou o Glorioso por 2 a 0, em pleno domingo de Páscoa. Douglas, um dos craques do torneio, foi o grande herói do título cruz-maltino. Luis Fabiano, enfim, desencantou depois de sete jogos sem marcar. 

Os jogadores do Vasco não são culpados pelo regulamento confuso do Carioca, portanto, merecem as glórias do título, assim como o técnico Milton Mendes, que mudou o time da água para o vinho.

Os 15 minutos iniciais foram promissores. Quem se arriscou a marcar presença no Engenho de Dentro viu o time alternativo do Botafogo tomar a atitude no clássico. Igor Rabello e Bruno Silva, com duas cabeçadas, protagonizaram as melhores chances do Glorioso. 

O time alvinegro não exerceu um domínio claro. O Vasco equilibrou a partida, mesmo sem levar grande perigo ao goleiro Helton Leite. O Cruz-Maltino voltou a contar com Luis Fabiano como referência de ataque. No entanto, as melhores jogadas de ataque nasceram de chutes de fora da área e dos pés do garoto Douglas, a grande revelação do Carioca. Em jejum de gols, o Fabuloso acabou se complicando na hora das conclusões. 

A primeira etapa evidenciou a falta de criatividade dos times, mais preocupados com a tática do que com a parte técnica. 

No segundo tempo, o Vasco voltou mais arrojado. O técnico Milton Mendes percebeu que poderia superar o adversário no aspecto físico, já que o Botafogo tem que voltar as atenções para a Libertadores. A entrada do veloz Guilherme Costa no lugar do lento Andrezinho mudou o clássico. O garoto conseguiu a expulsão do zagueiro Marcelo, deixando o Gigante cada vez mais em cima do Glorioso. 

Para honrar a tarde dos goleiros, Helton Leite respondeu, pegando, de forma espetacular, um peixinho de Douglas. Ele só não conseguiu evitar a finalização do volante vascaíno, que livre, de marcação, só teve o trabalho de completar para o gol, após cobrança de escanteio.

O Vasco aproveitou para ampliar o placar. Manga Escobar rolou para Luis Fabiano sacramentar o título justíssimo para o clube de São Januário.  

Ficha Técnica:

Jogo: Vasco 2 x 0 Botafogo 

Local: Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ). Árbitro: Bruno Arleu de Araújo (RJ). Auxiliares: Silbert Faria Sisquim (RJ) e Jackson Massara dos Santos (RJ). Expulsões: Marcelo e Bruno Silva. Gols: Douglas, aos 42 do primeiro tempo; e Luis Fabiano, aos 47 do segundo tempo 

Vasco: Martin Silva, Gilberto, Rafael Marques, Rodrigo e Henrique (Wagner); Jean e Douglas; Yago Pikachu (Manga Escobar), Nenê e Andrezinho (Guilherme Costa); Luis Fabiano

Técnico: Milton Mendes

Botafogo: Helton Leite, Marcelo, Renan Fonseca, Igor Rabello e Gilson; Dudu Cearense, Bruno Silva, Matheus Fernandes e Leandrinho (Pachu); Guilherme (Fernandes) e Sassá (Tanque)

Técnico: Jair Ventura

Tópicos:

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)