22 de novembro de 2017 - quarta-feira

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Ser Do Bem
Orgânicos
10/11/2017 | 09h40
Horta escolar estimula mudança de hábitos alimentares na rede estadual
A criação e manutenção da horta contou com o envolvimento de cerca de 100 alunos que se mostraram entusiasmados com a possibilidade de produzir alimentos dentro da escola

Uma das primeiras coisas que chamaram a atenção da professora Ana Caroline Santos Pereira ao chegar ao Centro de Educação em Período Integral (Cepi) Rui Barbosa, em Itumbiara, em março deste ano, foi a falta de uma horta escolar. Ela percebeu que a escola tinha espaço de sobra, contava com um pomar formado por espécies frutíferas como mangas, goiabas e bananas, mas faltava uma horta.

Foi aí que ela teve a iniciativa de elaborar um projeto e envolver os alunos das turmas do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental para que a ideia saísse do papel e tomasse corpo. Na primeira etapa, desenvolvida nos meses de março a junho, o projeto ganhou o nome de Sementinhas do Amanhã, e consistiu na preparação dos canteiros e no plantio das sementes e mudas. A criação e manutenção da horta contou com o envolvimento de cerca de 100 alunos que se mostraram entusiasmados com a possibilidade de produzir alimentos dentro da escola.

Ana Caroline também destaca a importância das parcerias para a concretização do projeto. Entre eles ela cita o professor João Luís Ribeiro Ulhôa, que ofereceu informações técnicas e orientação por parte dos alunos do curso de Agronomia do Instituto Luterano de Ensino Superior (Iles/Ubra). Outra parceira foi a professora Vanda Oliveira, engenheira agrônoma, especialista em horticultura orgânica, que prestou assessoria técnica e ainda doou diversas mudas de alface para a escola.

Etapas

“Outra ajuda importante que tivemos foi do gastrônomo Lucas Nunes Correa, que esteve na escola para nos orientar sobre o reaproveitamento dos alimentos e preparo de diversas receitas com cascas de cenoura e laranja, talos de couve, entre outras dicas”, explica a professora. Ana Caroline ressalta também que, além de saudáveis, as receitas ensinadas eram de fácil preparo e podem ser facilmente replicadas em casa pelos alunos.

Hoje, na horta do Cepi Rui Barbosa é possível encontrar alface, couve, cenoura, dois tipos de abobrinha, beterraba, pepino, jiló, tomate cereja, batata doce, além de ervas aromáticas e plantas medicinais como hortelã, erva cidreira, salsinha, cebolinha e coentro.

De acordo com a professora, tudo que é produzido na horta da escola é destinado à alimentação dos alunos. “Os alimentos que não são aproveitados no preparo da merenda escolar e são perecíveis, os alunos levam para casa para dividir com a família”, diz ela.

Ana Caroline é formada em Pedagogia, tem 30 anos, está na escola desde março deste ano e se diz muito feliz com os resultados do projeto Cultivando Saúde, nome escolhido para marcar a segunda etapa da ação, de agosto a dezembro deste ano.

No segundo semestre, segundo ela, a proposta do projeto passou a ser instigar a mudança de hábitos alimentares dos alunos a partir de escolhas mais saudáveis, incentivando um maior consumo de frutas, legumes e verduras no dia a dia.

Mudança de hábitos

Embora recente, a iniciativa da professora Ana Caroline com a implantação da horta no Cepi Rui Barbosa, em Itumbiara, já trouxe resultados bem significativos. Além de melhorar a qualidade da merenda, dinamizar as aulas teóricas, estimular o consumo de alimentos orgânicos entre os alunos, incentivar o cultivo de verduras, legumes, frutas e ervas aromáticas em casa, também promoveu maior interação entre estudantes e professores, fortaleceu as parcerias com outras instituições de ensino e ainda despertou o interesse dos pais em participar das ações e projetos realizados dentro da escola. No contexto da educação, especificamente, tudo isso contribui para a formação integral do ser, principal proposta de um Cepi.

O sucesso da horta orgânica ultrapassou os muros da escola, conquistou a admiração da comunidade que mora próxima à instituição de ensino e alcançou uma abrangência ainda maior ao ser um dos destaques da programação de aniversário de Itumbiara, no dia 12 de outubro deste ano.

 

Tópicos:  Horta,   Alunos,   Plantio,   Cepi

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)