18 de junho de 2018 - segunda-feira

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Ser Do Bem
Vilas Canos
02/03/2018 | 06h00
Projeto estimula o empreendedorismo feminino em comunidade
O Canoas de Pano, projeto que envolve a produção de peças a partir de tecidos reutilizados, ensina as mulheres da comunidade a confeccionar bolsas, mochilas, roupas e acessórios

O objetivo 5 da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável é alcançar a igualdade de gênero e empoderar todas as meninas e mulheres.

No Rio de Janeiro, uma iniciativa que começou como um curso de corte e costura está transformando a vida das moradoras de Vila Canoas, em São Conrado.

O Canoas de Pano, projeto que envolve a produção de peças a partir de tecidos reutilizados, ensina as mulheres da comunidade a confeccionar bolsas, mochilas, roupas e acessórios.

O projeto criou sua própria marca, a Canoa da Vila, cujas peças são vendidas em feiras de artesanato pelo Rio de Janeiro. O lucro obtido é revertido para complementar a renda das costureiras.

“É uma coisa linda. Você recicla, faz tanta coisa com o que era para ir para o lixo e ainda ganha dinheiro com isso. Eu fico muito feliz”, disse ao Centro de Informação das Nações Unidas para o Brasil (UNIC Rio) Luzia Maria Nascimento, 55 anos, que mora na comunidade desde a adolescência.

O projeto surgiu em 2014, a partir de uma ideia do instrutor de costura e modelagem Felipe Cunha de Oliveira. Após terminar a faculdade de design de moda e sem conseguir encontrar um emprego na área, Felipe decidiu começar um projeto para não esquecer o que aprendeu.

“Não era justo eu pegar essas máquinas, usar da comunidade, e não dar nenhum retorno. Eu não fiz sozinho esse curso, eu vim só com a ideia e com a parte teórica. Todo o material foi doado pela associação de moradores e pelos amigos da comunidade.”

Após alguns meses de aula, a Enactus, organização universitária internacional que tem por objetivo inspirar estudantes a partir de ações empreendedoras, se uniu à iniciativa. Os universitários participantes do projeto começaram a dar aulas de empreendedorismo, criando a marca Canoa da Vila.

“O empreendedorismo possibilita a gente a sonhar e isso é muito bom, principalmente para quem nunca teve oportunidade. Ele possibilita a gente ser o que a gente quer ser”, disse Letícia Fernandes, do Enactus. 

Tópicos:

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)