Estudantes em Nova Veneza retomam aprendizado do italiano

Além das aulas de italiano, as crianças têm, desde o ano passado, aulas de canto e dança italiana na grade curricular

Postado em: 26-04-2018 às 06h00
Por: Sheyla Sousa
Além das aulas de italiano, as crianças têm, desde o ano passado, aulas de canto e dança italiana na grade curricular

Os primeiros italianos chegaram a Nova Veneza, a 40km de Goiânia, ainda no ano de 1891, e, de lá para cá, a influência cultural desses imigrantes não se restringiu à culinária e à arquitetura. Por isso a rede de ensino público do município goiano, considerado a maior colônia de imigrantes italianos do Centro-Oeste, volta a oferecer aulas de italiano para alunos que cursam do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental. Além das aulas de italiano, as crianças têm, desde o ano passado, aulas de canto e dança italiana na grade curricular. Tamanha proeza fez com que os alunos da Escola Municipal Tereza Zanini Peixoto fossem escalados para participar da 13ª edição do Festival Italiano de Nova Veneza, em junho próximo, com apresentação de canto em coral.

O idioma volta a integrar a grade de ensino nas escolas públicas da cidade depois de sete anos. Entre 2002 e 2011, a língua era matéria prevista no currículo escolar de Nova Veneza. De acordo com a secretária municipal de Educação, Iolanda Pena, a justificativa para a inclusão do italiano na grade escolar é a preservação da história e da cultura do município. Ela explica que é uma matéria eletiva, ou seja, faz parte da grade de ensino, mas os estudantes não são obrigados a participar. Mesmo assim, Iolanda afirma que a adesão é de 100% entre os 580 alunos de 6 a 12 anos da rede. “As crianças adoram as aulas, e entendem que é uma forma de preservar a história dos avôs e bisavôs”, destaca a secretária de ensino ao ressaltar que 60% da população do município é formada por imigrantes italianos.

Continua após a publicidade

De acordo com Hemione Stival, organizadora do Festival Italiano de Nova Veneza, este será o segundo ano em que as crianças irão se apresentar cantando músicas tradicionais da Itália. “No ano anterior, foi sucesso. As crianças emocionaram suas famílias e levaram muitos idosos às lágrimas. Elas adoram participar, e isso é muito bom, porque colocam empenho e dedicação nos ensaios”, enfatiza a organizadora ao informar que, neste ano, 50 crianças vão participar do coral. 

“Elas foram selecionadas, estão ensaiando desde o início do ano letivo, e estão bastante ansiosas para o evento”, afirma a professora de canto italiano Iraíldes Pereira, que completa: “Eu amo a música italiana, amo a cultura. Fiz cursos voltados para cultura e a música italiana, e fico muito feliz em saber que a música italiana está sendo ensinada para um grupo de descendentes que valorizam a sua origem”.

De acordo com professora de canto, as crianças têm muita facilidade com a língua e com as canções que estão sendo ensaiadas. Neste ano, foram escolhidas quatro músicas tradicionais e que têm ligação não só com a Itália, mas também com a imigração dos italianos para o Brasil.  É o caso da canção Merica, Merica, de 1875. Outra música a ser apresentada pelas crianças é O Sole Mio, gravada pela primeira vez por Giuseppe Anselmi em 1907.

Festival

A 14ª edição do Festival Italiano de Nova Veneza será realizada de 7 a 10 de junho. Serão quatro dias de resgate da cultura italiana, nos quais os visitantes poderão provar pratos típicos – todos produzidos pela comunidade de Nova Veneza – e apreciar a música e dança proveniente da Itália. 

Veja Também