Aparecidense perde, mas avança na Copa Verde

Com estádio praticamente vazio, Camaleão sofre derrota de 1 a 0 para o Cuiabá, na Serrinha

Postado em: 14-04-2016 às 09h50
Por: Redação
Com estádio praticamente vazio, Camaleão sofre derrota de 1 a 0 para o Cuiabá, na Serrinha

Edivaldo Barbosa

Diante de apenas 69 torcedores pagantes (renda de R$ 690,00), a Aparecidense foi derrotada pelo Cuiabá-MT, ontem à noite, no Estádio Hailé Pinheiro (Serrinha), em Goiânia, no jogo da volta pelas quartas de final da Copa Verde.

Continua após a publicidade

Apesar do resultado negativo, a equipe de Aparecida de Goiânia se classificou para a semifinal da Copa Verde e vai enfrentar o Gama-DF, que eliminou o Vila Nova na semana passada. O primeiro jogo será na Serrinha e o segundo, no Estádio Bezerrão, na cidade-satélite do Gama, no Distrito Federal.

Nesta reta final da Copa Verde, a Aparecidense está mandando seus jogos no estádio do Goiás porque o Estádio Anníbal Batista de Toledo, em Aparecida de Goiânia, não condiz com as exigências do regulamento da Copa Verde. Uma das exigências é a capacidade mínima de 5 mil torcedores.

A Aparecidense se classificou porque, fora de casa, bateu o Cuiabá por 3 a 1, na Arena Pantanal, em Cuiabá. No placar agregado, a equipe goiana venceu por 3 a 2.

O único gol do jogo de ontem à noite foi marcado no início do primeiro tempo. Aos 7 minutos, o zagueiro Joilson fez o gol para a equipe mato-grossense. Apesar do esforço do Cuiabá, que precisava golear por 3 a 0, a vaga ficou com a Aparecidense

Com a classificação, o time segue sonhando em disputar a Copa Sul-Americana de 2017, o que seria inédito na história do clube de Aparecida de Goiânia. Só o campeão da Copa Verde se classifica para a competição continental.

Ficha técnica

Aparecidense 0 x 1 Cuiabá. Local: Estádio Hailé Pinheiro (Serrinha), em Goiânia. Árbitro: Paulo H. Dchleich Volkopf (MS). Assistentes: José Araújo (DF) e Daniel Henrique (DF). Aparecidense: Busatto; Clayton Salles, Anderson Santos, Filipe e Chiquinho; Jeferson, Washington, Cadu (Dinei Amaro) e Jarlan (Rychely); Robert e Careca (Robson). Técnico: Márcio Goiano. Cuiabá: André; Gean, Edvânio, Joílson e Maninho; Felipe Blau, Eric e Esdras; Maikinho (Vanger), Júlio (Igor) e Uederson. Técnico: Fernando Marchiori. Gol: Joilson, aos 7 minutos do segundo tempo. Renda: R$ 690,00. Público: 69 pagantes

(Foto: Benedito Braga/futebolinterior)

Veja Também