Guga comparece á Carf para se defender em julgamento

Ele dispensou os advogados na hora da defesa, e tomou os microfones. Chegou até a chorar perante o júri

Postado em: 25-10-2016 às 17h45
Por: Toni Nascimento
Ele dispensou os advogados na hora da defesa, e tomou os microfones. Chegou até a chorar perante o júri


Da Redação

O tenista mais carismático do Brasil, Gustavo Kuerten, foi pessoalmente ao Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf) acompanhar o julgamento do recurso contra o lançamento da Receita Federal, nesta terça-feira (25).

Na ação, a Receita questiona o pagamento de Imposto de Renda sobre rendimentos com patrocínios e de torneios entre 1999 e 2002 por meio da empresa Guga Kuerten Participações. Eles entendem que o rendimento é do próprio Guga, que deveria ser tributado como pessoa física.

Continua após a publicidade

Ele dispensou os advogados na hora da defesa, e tomou os microfones. Chegou até a chorar perante o júri. Os integrantes do Carf tiraram fotos individuais e em conjunto ao final do julgamento.

O atleta defende que precisa de uma estrutura empresarial para exercer as atividades, por isso a remuneração decorrente de direito de imagem, por exemplo, é de sua empresa, e não apenas da pessoa física.

 

 

Veja Também