Fim de semana rende mais três medalhas para o Brasil

O final de semana do Time Brasil nas Olimpíadas foi histórico. Isso porque o país subiu mais três vezes ao pódio dos Jogos Olímpicos de Tóquio.

Postado em: 01-08-2021 às 20h36
Por: Breno Modesto
A ginasta Rebeca Andrade conquistou o segundo ouro do Brasil nas Olimpíadas | Foto: Miriam Jeske/COB

O final de semana do Time Brasil nas Olimpíadas foi histórico. Isso porque o país subiu mais três vezes ao pódio dos Jogos Olímpicos de Tóquio. A primeira medalha da trinca foi um bronze que, talvez, seja a conquista mais imprevisível da história do Brasil em suas participações na competição.

Foi da dupla formada pelas paulistas Luisa Stefani e Laura Pigossi a primeira medalha brasileira em disputas do tênis nos Jogos Olímpicos. O terceiro lugar e o bronze vieram após as duas derrotarem as russas Elena Vesnina e Veronika Kudermetova, no sábado (31), por 2 sets a 1.

Após a conquista, em entrevista à TV Globo, a dupla falou sobre a emoção do feito alcançado. Segundo Laura, o bronze conquistado por ela e Luisa é a primeira de muitas medalhas que as duas conquistarão pelo Brasil. 

Continua após a publicidade

“Essa é nossa, primeira de muitas. Eu me sinto completa agora, não tenho palavras para definir esse sentimento. Agora a espera acabou e está caindo a ficha do que a gente conquistou, não tenho palavras”, disse Laura Pigossi à Globo.

Quem também conquistou um bronze e colocou fim à outra longa espera foi o nadador Bruno Fratus. Depois do quarto lugar nas Olimpíadas de Londres, em 2012, e do sexto, no Rio de Janeiro, em 2016, o carioca finalmente conseguiu sua tão sonhada medalha olímpica.

Com o tempo de 21s57, Fratus ficou com o terceiro lugar nos 50 metros livre nas Olimpíadas de Tóquio e se tornou o nono nadador do país a subir ao pódio na história dos Jogos Olímpicos. Ele ficou atrás do estadunidense Caeleb Dressel, que anotou 21s07, novo recorde olímpico, e do francês Florent Manaudou, que concluiu a prova em 21s55.


Por fim, a ginasta Rebeca Andrade, que já havia conquistado uma prata no individual geral, que foi a primeira medalha da história da ginástica feminina em Jogos Olímpicos, subiu ao pódio mais uma vez. Desta vez, para receber o ouro. A brasileira superou a estadunidense Mykayla Skinner, que foi prata, e a sul-coreana Seojeong Yeo, que levou o bronze, e ficou com o primeiro lugar do salto.

Veja Também