Aparecidense e Cianorte empatam sem gols em partida de ida das oitavas

Em busca de sua vaga nas quartas-de-final e também o acesso para a terceira divisão, Cianorte e Aparecidense entraram em campo na

Postado em: 26-09-2021 às 20h29
Por: Victor Pimenta
Equipes até tentaram, mas não conseguiram tirar o zero do placar | foto: Diego Menegon / Cianorte FC

Em busca de sua vaga nas quartas-de-final e também o acesso para a terceira divisão, Cianorte e Aparecidense entraram em campo na tarde deste domingo (26), no estádio Albino Turbay para a partida de ida da Série D, mas saíram da mesma forma que entraram, com o placar empatado e sem gols marcados.

Primeiro tempo

Os primeiros quarenta e cinco minutos entre as equipes começou morno, tendo a grande primeira chance somente aos dezesseis minutos após finalização de Gustavinho. Quatro minutos depois, Thiago Carvalho teve que promover a troca de Rafael Cruz com David Souza. Buba pelo Cianorte também levou perigo, mas as grandes chances que a Aparecidense teve na primeira etapa foram justamente com David Souza, que acabou não deixando o time goiano em vantagem.

Continua após a publicidade

Segundo tempo

O treinador João Burse promoveu uma mudança após o intervalo e uma delas foi a entrada de Erick Salles que deixou o Cianorte mais atento ao jogo e com dois minutos quase deixou sua equipe na frente do placar. David voltou a assustar o goleiro Silvio em contra-ataque perigoso para a Aparecidense. As equipes então tiveram mudanças dos dois lados, mas as chances de perigo foram diminuindo cada vez mais. O time paranaense começou a tomar mais a partida no final do jogo e Wilson Júnior no último lance finalizou de longe para surpreender Pedro Henrique, mas atento, ele espalmou antes do árbitro apitar o final do jogo de ida das oitavas-de-final da Série D.

Partida de volta

Agora, o segundo jogo acontece já no próximo sábado (2), no estádio Aníbal Batista de Toledo, às 16 horas. A Aparecidense não terá desfalques por suspensão. A situação do lateral-direito será avaliada durante a semana para ver se o mesmo tem condições de jogar o jogo de volta. A diretoria do clube goiano estuda a possibilidade de contar com o apoio de sua torcida no jogo de volta, podendo liberar 15% da capacidade do Aníbal Batista de Toledo. Embora tenham sido negada na primeira tentativa, o time busca a liberação junto ao STJD para a segunda partida diante do Cianorte.

Veja Também