Higo Magalhães lamenta tropeço e diz que Vila Nova precisa tirar lição para a Copa do Brasil

Em seu último compromisso antes da estreia na Copa do Brasil, o Vila Nova tropeçou diante do Crac, jogando no Onésio Brasileiro

Postado em: 27-02-2022 às 11h50
Por: Ildeu Iussef
Treinador Colorado lamenta chances desperdiçadas e gol sofrido nos acréscimos contra o Crac | Foto: Roberto Côrrea/Vila Nova

Em seu último compromisso antes da estreia na Copa do Brasil, o Vila Nova tropeçou diante do Crac, jogando no Onésio Brasileiro Alvarenga. O Tigre vencia até os 48 minutos do segundo tempo, quando sofre o gol de empate do adversário. Após a partida, o técnico Higo Magalhães falou sobre as lições que o time deve tirar dessa partida.

“No momento final do jogo, na última bola, baixamos o nível de concentração. Pagamos o preço. Faz parte do jogo, mas saímos um pouco tristes pela situação. No último lance, fomos penalizados. Temos que tirar lição, principalmente em termos de maturidade. Na próxima fase (do Campeonato Goiano), tem que ser erro zero.”

Além disso, o comandante colorado entende que o time precisa ser letal e não permitir que o adversário fique vivo dentro das partidas. “É amargo, mas temos que saber também que do outro lado existe um adversário. Não fomos letais na hora que precisava ser, na hora de matar o jogo. É uma situação que vamos evoluir. Fizemos um bom jogo. Infelizmente, em uma bola as coisas podem mudar. Mas temos tudo para canalizar energia para o jogo da Copa do Brasil. É jogo importantíssimo”, avalia.

Continua após a publicidade

O próximo desafio do Vila Nova será fora de casa contra o Rio Branco-AC pela primeira fase da Copa do Brasil 2022. Na quarta-feira (02), às 20h, no Estádio Florestão, em jogo único. O Tigre tem a vantagem de jogar pelo empate, por ser melhor ranqueado na CBF.

Veja Também