Com noite inspirada de Shaylon, Atlético-GO elimina o Nova Venécia e avança à 3ª fase da Copa do Brasil

Debaixo de forte chuva, Atlético-GO e Nova Venécia protagonizaram um jogo movimentado no Estádio Antônio Accioly. O Dragão venceu o Leão do

Postado em: 15-03-2022 às 20h52
Por: Ildeu Iussef
Jogando no Antônio Accioly, o Dragão avança na Copa do Brasil e já acumula R$ 4,18 milhões de premiação | Foto: Bruno Corsino/ACG

Debaixo de forte chuva, Atlético-GO e Nova Venécia protagonizaram um jogo movimentado no Estádio Antônio Accioly. O Dragão venceu o Leão do Norte pelo placar de 2 a 1, com dois gols de Shaylon. Carlos Vitor descontou para os capixabas. Por ter avançado à 3ª fase da Copa do Brasil, o Dragão receberá R$ 1,9 milhão como gratificação pela classificação. 

O adversário do Atlético-GO na 3ª fase será conhecido por meio de sorteio a ser realizado pela CBF no dia 28 de março, às 15h, na sede da entidade. As datas programadas para os duelos desta fase são: 20 e 21 de abril e 11 e 12 de maio.

Primeiro tempo

Continua após a publicidade

Jogando em casa, desde os minutos iniciais, o Atlético-GO buscou o campo de ataque. Entretanto, o Nova Venécia não se intimidou, demonstrando bastante disposição e procurava trabalhar a bola. 

Os dez primeiros minutos da etapa inicial foram de um jogo parelho entre as duas equipes. Porém, aos poucos o Dragão foi se encontrando em campo e fez valer a sua qualidade técnica. Aos 18 minutos, Wellington Rato buscou um passe em profundidade para Jorginho, a defesa fez o desarme, mas a bola sobrou para Shaylon, e ele finalizou direto para o fundo das redes.

Após sair na frente do placar, o Atlético-GO cresceu em campo, criou boas oportunidades e por muito pouco não ampliou a vantagem ainda na primeira etapa pela falta de qualidade das finalizações. Então, o Leão do Norte fazendo velho ditado: “Quem não faz, leva!” conseguiu chegar ao empate.

Se valendo de um erro na saída de bola rubro-negra, Ian Silva invadiu a área, passou por Dudu e foi derrubado por Wanderson! O árbitro assinalou a penalidade máxima. Na cobrança, Carlos Vitor bateu no canto esquerdo de Luan Polli, converteu a penalidade e deixou tudo igual no marcador.

O Atlético-GO não se abateu e partiu pra cima do adversário. Aos 44 minutos, Shaylon pegou rebote na entrada da área, bateu colocado de perna canhota, a bola desviou na defesa e morreu no fundo das redes do goleiro Harrison.

Segundo tempo

Na volta do intervalo, os treinadores promoveram alterações nas duas equipes e a chuva apertou na Campininha das Flores, onde fica localizado o Estádio Antônio Accioly,  e o gramado criou várias poças de água, dificultando o jogo.

O Dragão querendo sacramentar o resultado e a classificação partiu pra cima do Nova Venécia. Porém, a qualidade das finalizações rubro-negras era um grande problema com o gramado escorregadio.

Já o Leão do Norte com o campo mais pesado, por conta da chuva, não conseguia passar do meio de campo com a bola dominada. Com isso, o Atlético-GO seguiu com amplo domínio das ações da partida e garantiu a sua classificação para disputar a 3ª fase da Copa do Brasil.

Agenda

O Atlético-GO volta a campo no sábado (19), às 16h30, quando recebe o Vila Nova no Estádio Antônio Accioly, pelo duelo de ida da semifinal do Campeonato Goiano. Já o Nova Venécia entra em campo no domingo (20), às 16h, contra o Real Noroeste, em partida válida pela 8ª rodada do Campeonato Capixaba.

FICHA TÉCNICA

Atlético-GO 2×1 Nova Venécia-ES2ª Fase da Copa do Brasil

Data: 15 de março de 2022

Horário: 19h

Local: Estádio Antônio Accioly, em Goiânia

Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva (PA)

Assistentes: Márcio Gleidson Correia Dias (PA) e Helcio Araújo Neves (PA)

4º árbitro: Rubens Paulo dos Santos (GO)

Cartões Amarelos: Marlon Freitas e Airton (Atlético-GO); Liniker e Gabriel Beck (Nova Venécia)

Gols: Shaylon aos 18 min/1T e aos 44 min/1T (Atlético-GO); Carlos Vitor aos 31 min/1T (Nova Venécia)

Atlético-GO: Luan Polli; Dudu, Wanderson, Ramon Menezes e Arthur Henrique (Hayner); Gabriel Baralhas (Edson), Marlon Freitas e Jorginho (Léo Pereira); Shaylon, Brian Montenegro (Leandro Barcia) e Wellington Rato (Airton). Técnico: Umberto Louzer.

Nova Venécia: Harrison; Jairo, Max Miller, Tavares e Ian Silva; Liniker (Buá), Junior Ramos (Gabriel Beck), Dodô e Carlos Vitor (Arthur); João Bonani (Andrei) e Patrick (Marquinhos). Técnico: Cássio Barros.

Veja Também