No Atlético desde o ano passado, Luan Polli vive expectativa de conquistar seu primeiro título como titular

No rubro-negro desde o ano passado, Luan Polli tem, agora, a chance de conquistar seu primeiro título pelo clube do bairro de Campinas. Campeão por onde passou, o arqueiro revela que, caso ganhe o Goianão, será uma conquista especial, pois será seu primeiro troféu como titular.

Postado em: 29-03-2022 às 19h48
Por: Breno Modesto
O camisa 1 atuou em 12 dos 15 jogos do Rubro-Negro no Campeonato Goiano | Foto: Bruno Corsino/Atlético-GO

Em menos de cinco dias, o Campeonato Goiano terá um novo campeão. Depois do jogo de ida da final do torneio, que aconteceu no último sábado (26), no Estádio Antônio Accioly, Atlético Goianiense e Goiás se preparam para o duelo de volta, que acontece no próximo sábado (2), às 16h30, no Estádio da Serrinha.

O segundo e último confronto da decisão do estadual acontecerá após muita polêmica na partida de ida, principalmente no que diz respeito à arbitragem de Eduardo Tomaz, que comandou o apito no Castelo do Dragão. Por conta disso, o goleiro Luan Polli acredita que o clima na Serrinha será um reflexo dos ânimos exaltados das equipes.

“Sempre reflete. Não tem jeito. Por ser final de campeonato, por ser um clássico, por ser um confronto de duas equipes de Série A (do Campeonato Brasileiro), com certeza alguma coisa acaba refletindo. Da forma que foi no (Antônio) Accioly, com a nossa torcida nos empurrando durante os 90 minutos, fazendo uma grande festa, que eu até quero parabenizá-los por isso, eu acredito que lá (Serrinha) vai ser da mesma forma. Mas nós temos de estar preparados para o que der e vier”, disse Luan Polli.

Continua após a publicidade

Assim como aconteceu nas semifinais, contra o Vila Nova, o Dragão, por ter vencido a “primeira perna” do confronto, vai para o jogo da volta com a vantagem de poder empatar para conquistar o título. Apesar disso, o camisa 1 rubro-negro cita que é preciso jogar quando tiver de jogar, ao invés de ficar acomodados pelo primeiro resultado.

“São dois jogos parecidos. Dois clássicos contra duas grandes equipes. Temos de ir lá (Serrinha) e fazer o nosso trabalho. É jogar o jogo, propor quando tiver de propor, defender na hora que tiver de defender e jogar. Ao final do jogo, vamos ver o que aconteceu. Mas nós vamos lá sem pensar em vantagem, porque pode nos fazer “sentar” em cima do comodismo. E isso não é o espírito da nossa equipe. Vamos lá para jogar o jogo e, se Deus quiser, levantar essa taça”, comentou o goleiro.

No rubro-negro desde o ano passado, Luan Polli tem, agora, a chance de conquistar seu primeiro título pelo clube do bairro de Campinas. Campeão por onde passou, o arqueiro revela que, caso ganhe o Goianão, será uma conquista especial, pois será seu primeiro troféu como titular.

“Particularmente, é bem especial. Eu venho trabalhando todo esse tempo que estou aqui. Fui campeão em todos os lugares que passei. Mas esse, se acontecer, será o meu primeiro jogando. Então, eu quero muito isso para a minha carreira e, principalmente, para a minha família, que está sempre ao meu lado. Vamos fazer de tudo para levantar essa taça”, finalizou Luan Polli.

Veja Também