Fora de casa, Atlético Goianiense é derrotado no jogo de ida das oitavas da Sul-Americana

O Atlético Goianiense abriu as oitavas de final da Copa Sul-Americana com derrota. Pelo jogo de ida do mata-mata da competição internacional, o time comandado pelo técnico Jorginho foi derrotado pelo Olimpia, do Paraguai, fora de casa.

Postado em: 30-06-2022 às 23h39
Por: Breno Modesto
No Estádio Defensores del Chaco, o Atlético Goianiense foi derrotado pelo Olimpia por 2 a 0 | Foto: Conmebol

O Atlético Goianiense abriu as oitavas de final da Copa Sul-Americana com derrota. Pelo jogo de ida do mata-mata da competição internacional, o time comandado pelo técnico Jorginho foi derrotado pelo Olimpia, do Paraguai, fora de casa. No Estádio Defensores del Chaco, o Dragão foi derrotado pelo Rey de Copas por 2 a 0. Derlis González e Alejandro Silva marcaram os gols do triunfo paraguaio.

Com o resultado, o Rubro-Negro precisará vencer o jogo da volta, que acontecerá na próxima quinta-feira (7), às 21h30, no Estádio Serra Dourada, por, no mínimo, dois gols de diferença, para decidir a vaga nas penalidades máximas. Caso vença por três ou mais gols, estará classificado. Vitória por diferença de um gol, empate ou derrota eliminam o time goiano.

O jogo

Continua após a publicidade

A partida disputada no Defensores del Chaco começou com as duas equipes se estudando bastante. O primeiro grande lance de perigo aconteceu na marca de oito minutos. E foi dos donos da casa. De fora da área, o volante Hugo Quintana resolveu arriscar. A bola acabou desviando na defesa rubro-negra e passou à esquerda do goleiro Ronaldo.

O Atlético Goianiense teve sua primeira oportunidade apenas aos 31 minutos. Luiz Fernando recebeu na ponta esquerda, cortou para o meio e, da entrada da área, mandou uma bomba, que o goleiro Olveira espalmou. No rebote, o atacante argentino Diego Churín chegou completando e, novamente, o arqueiro do Rey de Copas fez a defesa e mandou pela linha de fundo.

No minuto seguinte, o time paraguaio quase abriu o placar. A defesa atleticana saiu jogando errado e a bola sobrou para Derlis González. Dentro da área, ele descolou um passe para Recalde, que ficou frente a frente com Ronaldo. O atacante finalizou e viu o arqueiro, heroicamente, salvar o Dragão.

O Olimpia foi aumentando seu volume de jogo e conseguiu inaugurar o placar na marca de 35 minutos. Depois de uma troca de bola envolvente, Ronaldo espalmou um chutaço que veio do meio da área. No entanto, o goleiro atleticano acabou dando rebote para Derlis González, que chegou completando para o fundo das redes.

Na volta do intervalo, o Atlético Goianiense começou pressionando e quase empatou o jogo. Churín recebeu na área e, fazendo bem o papel de centroavante, escorou para o volante Marlon Freitas, que chegava em velocidade. O camisa 8 chegou chutando colocado e acertou a trave de Olveira. Por muito pouco, o Dragão não deixou tudo igual no Defensores del Chaco.

No minuto seguinte, foi a vez de Airton ficar no quase. Após jogada individual pela ponta esquerda, o atacante invadiu a área dos mandantes e arriscou o chute cruzado. Bem colocado, o goleiro Olveira espalmou e evitou o empate.

Pouco depois, o Dragão foi castigado. Autor do primeiro gol, Derlis González deu um belíssimo passe para Alejandro Silva, que conseguiu ser mais ágil que a defesa goiana e, mesmo entre dois marcadores, mandou a bola para o fundo do gol, ampliando o resultado e a vantagem paraguaia.

Em maior desvantagem, o Rubro-Negro mudou e foi para cima. Com um time ofensivo, o Atlético quase conseguiu diminuir. Shaylon e Airton perderam boas oportunidades para marcar o tento de honra do Dragão. Do lado paraguaio, Derlis González ainda colocou outra bola na trave. Mas o resultado acabou sendo mesmo o 2 a 0.

Ficha técnica

Olimpia 2×0 Atlético-GO

Data: 30 de junho de 2022

Horário: 21h30 (de Brasília)

Local: Estádio Defensores del Chaco, em Assunção (PAR)

Gols: Derlis González (35’/1T) e Alejandro Silva (10’/2T) – OLI

Árbitro: Piero Maza (CHI)

Assistentes: Alejandro Molina (CHI) e Claudio Urrutia (CHI)

VAR: Juan Lara (CHI)

Olimpia: Olveira; Otálvaro, Luis Zárate, Salcedo e Iván Torres; Marcos Gómez, Hugo Quintana (Adelio Zárate), Alejandro Silva (Salazar) e Fernando Cardozo; Recalde (Walter González) e Derlis González.

Técnico: Julio César Cáceres

Atlético-GO: Ronaldo; Hayner, Wanderson, Ramon Menezes e Jefferson (Arhur; Baralhas (Shaylon), Marlon Freitas e Jorginho (Airton); Wellington Rato (Léo Pereira), Diego Churín e Luiz Fernando (Edson Fernando).

Técnico: Jorginho

Veja Também