Moacir Júnior diz que temporada da Aparecidense fica como legado

Fora de casa, o Camaleão acabou derrotado pelo Mirassol, na última rodada do quadrangular da Série C

Postado em: 26-09-2022 às 16h23
Por: Breno Modesto
Fora, o Camaleão foi derrotado pelo Mirassol, na última rodada da segunda fase da Terceirona | Foto: Marcos Freitas/Mirassol FC

No último domingo (25), a Aparecidense viu sua temporada de 2022 chegar ao fim. Fora de casa, o time comandado pelo técnico Moacir Júnior acabou sendo derrotado pelo Mirassol por 2 a 1, na última rodada do quadrangular decisivo da Série C do Campeonato Brasileiro, e acabou ficando sem o acesso à segunda divisão nacional.

Ao fim do confronto no interior paulista, o comandante do Camaleão afirmou que sua equipe deixa a competição com um grande legado, pois, logo em seu primeiro ano disputando a Terceirona, chegou com chances de acesso à última rodada da segunda fase.

“A Aparecidense deixa (a competição) com um grande legado. Em sua primeira participação na Série C (do Campeonato Brasileiro), a equipe chegou à última rodada com chances de subir (para a segunda divisão). Então, estamos muito chateados com o resultado, mas muito felizes com o desempenho. O time teve um desempenho brilhante, deixando para trás equipes do quilate do Remo, do Paysandu e muitos outros. Terminamos a competição com aquele gostinho de que era possível. Nós lutamos muito”, disse Moacir Júnior.

Continua após a publicidade

Moacir disse ainda que o gol sofrido logo no primeiro minuto de jogo acabou desarticulando muita coisa. Apesar disso, ele afirma que seus comandados devem retornar a Goiás com a cabeça erguida por conta da campanha elogiável. Por fim, o treinador disse que é hora de pensar em 2023, quando a Cidinha voltará a disputar o Goianão e a própria Série C.

“Aquele gol, no primeiro minuto, desarticulou muita coisa. Mas nós, como somos uma equipe organizada, não nos desorganizamos. Fizemos um grande trabalho. Ninguém pode voltar para Aparecida de Goiânia com a cabeça baixa. Temos que olhar para cima, pois fizemos um campeonato que foi elogiável. A Aparecidense vai se estruturando a cada ano e vai se fortalecendo a nível nacional. Todos estão sabendo do trabalho da Aparecidense. Agora, temos que nos organizar para 2023, que será um ano louvável. Temos o Goianão e a Série C, de novo. Agora, todos vão olhar diferente. Não vão olhar como se estivéssemos entrando para brigar para não cair. Vamos entrar para buscar o acesso”, finalizou Moacir Júnior.

Veja Também