Rafael Moura fala sobre voltar a disputar a Sul-Americana com a camisa esmeraldina

Atacante ainda falou em coletiva sobre possível saída de atacante Michael para o Flamengo – Foto: Rosiron Rodrigues / Goiás EC

Postado em: 09-01-2020 às 17h10
Por: Daniell Alves
Atacante ainda falou em coletiva sobre possível saída de atacante Michael para o Flamengo – Foto: Rosiron Rodrigues / Goiás EC

Victor Pimenta

O Goiás contará em mais uma temporada com os serviços de Rafael
Moura. O jogador que estava de saída do clube devido a um impasse nas
negociações sobre seu contrato, acertou a renovação nesta última segunda-feira
com o clube esmeraldino.

Continua após a publicidade

“A gente tem uma demora, alguns disse me disses, mas sempre acaba
bem no final e dessa vez deu certo. Estou muito feliz, agradecido com o esforço
da diretoria. Agradeço a todos vocês da imprensa que tiveram papel muito
importante nessa renovação e sem dúvida nenhuma a pressão do torcedor falou
mais alto também. Hoje nas redes sociais e em tudo era uma vontade muito grande
do torcedor a minha permanência. Foi feita também a minha vontade, porque desde
a minha declaração que eu estava chateado, eu já demonstrava o interesse de uma
permanência exatamente preocupado, que no período das férias acontece muitas
especulações e eu não queria me ver de novo como em 2010 e como falei naquela
oportunidade sobre isso e acabou acontecendo”, disse Rafael Moura em coletiva nesta
quinta-feira.

Se em 2020 o Goiás terá Rafael Moura em seu ataque, já não podemos
ter certeza sobre a permanência de Michael. A dupla que emplacou na reta final
da Série A, sendo os dois artilheiros do time na competição com nove gols cada,
pode ser desfeita nos próximos dias, já que o camisa 11 esmeraldino está
próximo de acertar com o Flamengo para essa temporada.

“Primeiro temos que aguardar a novela Michael, ele está aqui ainda
com a gente e sabemos que está muito iminente a saída dele pela proposta ser
boa para o Goiás e ser muito boa para ele também. É uma pena quando você perde
titulares, quando você perde companheiros que ao meu ver, nós nos demos bem
nessa reta final. A gente tinha uma afinidade grande, tanto com o Barcia,
quanto com o Michael e isso faz toda diferença dentro do campo, mas o Goiás
está tentando fazer de tudo para suprir essas não permanências desses grandes
atletas que a gente perdeu”, falou o atacante sobre a possível saída de
Michael.

Dez anos atrás o Goiás chegava a uma final de Sul-Americana, a
única na história do clube esmeraldino. E daquele elenco, somente Rafael Moura
permaneceu. Em 2020, além do estadual e das competições nacionais, a competição
internacional estará presente mais uma vez na vida do atacante.

“A minha expectativa é muito grande. Até por isso uma vontade
grande da minha permanência, por disputar a Sul-Americana. Destino eu acredito
assim, dez anos depois e claro que com um elenco totalmente diferente. Um Goiás
diferente, mas com os mesmos sonhos e no início de ano daquele 2010 jamais
imaginaríamos que a gente chegasse na final e a gente fizesse aquela campanha
tão bonita. A expectativa grande do torcedor, nossa também, mas já temos que
começar a pensar no estadual, na pré-temporada e temos outras competições
também como a Copa do Brasil. Novamente fazer uma campanha boa no Brasileiro e
a gente conta sempre com o apoio do torcedor”, concluiu o atacante.

Veja Também