Sexta-feira, 08 de dezembro de 2023

André Fortaleza pode ficar no MDB e ir às convenções com Vilmar Mariano

Presidente da Câmara de Aparecida afirma que já conversou com o presidente da legenda, vice-governador Daniel Vilela, sobre possível permanência. Seria este um sinal de bandeira branca entre Fortaleza e Mariano?

Postado em: 10-11-2023 às 08h30
Por: Francisco Costa
Imagem Ilustrando a Notícia: André Fortaleza pode ficar no MDB e ir às convenções com Vilmar Mariano
O vereador, contudo, deixa claro que segue como pré-candidato | Foto: Reprodução

Presidente da Câmara de Aparecida de Goiânia, André Fortaleza (MDB) admite que pode permanecer no MDB e ir às convenções do partido com o prefeito Vilmar Mariano (MDB) para a disputa do paço municipal. O vereador, contudo, deixa claro que segue como pré-candidato. 

Sobre a permanência no MDB, André afirma que tudo depende das conversas com o presidente estadual da legenda, o vice-governador Daniel Vilela (MDB). “Houve uma primeira conversa, mas por motivo de agenda, a segunda ainda não aconteceu”, relatou ao Jornal O Hoje, confirmando informação que antecipou ao Goiás365. 

André Fortaleza tem feito oposição a Vilmar desde que ele assumiu o paço no lugar de Gustavo Mendanha (Patriota, rumo ao MDB), que deixou a cadeira para disputar o governo de Goiás no começo do ano passado. Nesta semana, contudo, os ânimos parecem ter arrefecido. 

Continua após a publicidade

O presidente do parlamento aparecidense agradeceu o prefeito, por meio do secretário da Fazenda, Einstein Paniago, pelos esforços na tramitação do projeto que reajusta o piso da enfermagem no município. 

“Quando acerta, foi a mando do nosso gestor. Falo nosso porque é o gestor da cidade. Quero reconhecer o trabalho e a agilidade desse projeto que estava parado aqui na Casa. Pontuamos algumas coisas que não estavam corretas e isso é normal no parlamento”, disse na última terça-feira (7).

Na verdade, a fala veio um dia depois que Vilmar agradeceu Fortaleza pela aprovação do projeto. Os gestos, aparentemente um sinal de paz, se somam à postura atual do presidente da Casa, que já fala em permanência na sigla, e que pode ser vista com uma reaproximação.

Discurso

No fim de setembro, em entrevista ao Jornal O Hoje, o vereador defendia ser a terceira via nas eleições para a prefeitura da cidade, no ano que vem. À época, ele descartava qualquer chance de composição com o também pré-candidato, deputado federal Professor Alcides (PL) e Vilmar. 

“Sou pré-candidato a prefeito. Reitero: não sou vice do professor Alcides e nem do Vilmar. Vamos apresentar um projeto coeso, de reforma administrativa e de proximidade com o povo de Aparecida”, reforçou naquele momento.

Ele, inclusive, disse que já conversava com alguns partidos que poderiam abrigá-lo para a corrida pelo paço municipal. “Tenho conversas adiantadas com o PSD do senador Vanderlan Cardoso”, destacou. “Já conversei, também, com o Solidariedade, do amigo Denes Pereira e com o PDT [do deputado estadual George Morais]. Além disso, já recebi o apoio de cinco vereadores e de inúmeras lideranças comunitárias.”

Pré-candidatos

Atualmente, além de Vilmar, Fortaleza e Professor Alcides, Aparecida de Goiânia tem como possíveis pré-candidatos o ex-prefeito e ex-vice-governador Ademir Menezes (PSD) e o deputado federal Glaustin da Fokus (Podemos). O congressista tem mantido conversas com os postulantes, especialmente André e Ademir Menezes.

Da mesma forma, Ademir tem boas chances de estar no páreo pelo paço municipal, em 2024. Quem confirma é o filho dele, o primeiro suplente do PSD na Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), Max Menezes (PSD). De acordo com ele, a candidatura é defendida tanto pelo atual presidente do partido, o senador Vanderlan Cardoso, quanto pelo ex-presidente, o ex-deputado federal Vilmar Rocha (PSD). 

Veja Também