Sexta-feira, 27 de janeiro de 2023

Brasil sofre gol no fim e termina fase de grupos com derrota para Camarões

No Lusail Stadium, a seleção camaronesa venceu os comandados de Tite pelo placar de 1 a 0

Postado em: 02-12-2022 às 18h12
Por: Breno Modesto
De cabeça, Aboubakar marcou o gol da vitória de Camarões em cima da seleção brasileira | Foto: Fifa

O Brasil encerrou sua participação na fase de grupos da Copa do Mundo de 2022 com derrota. Já classificada para as oitavas de final, a seleção comandada pelo técnico Tite perdeu para Camarões pelo placar de 1 a 0. Aboubakar fez o único gol da partida, que foi disputada no Lusail Stadium.

Apesar do revés, a Seleção Brasileira terminou a primeira fase na liderança do Grupo G, com seis pontos conquistados. O time brasileiro voltará a campo já na próxima segunda-feira (5), quando enfrentará a Coreia do Sul, às 16h (de Brasília), no Stadium 974, pelas oitavas de final do Mundial.

O jogo

Continua após a publicidade

Mesmo atuando com a equipe reserva, o Brasil começou a última partida da fase de grupos tendo o domínio da posse de bola e sendo o dono das primeiras finalizações. Do outro lado, os camaroneses, que se seguravam, paravam o ataque brasileiro cometendo muitas faltas, o que gerou um um número considerável de cartões amarelos logo nos primeiros 45 minutos.

O primeiro momento de perigo do jogo aconteceu aos 13 minutos do primeiro tempo, quando Daniel Alves tocou para Fred, que, da intermediária direita, fez um cruzamento para a segunda trave, onde estava Gabriel Martinelli. Livre de marcação, o atacante brasileiro cabeceou e obrigou o goleiro Epassy a fazer uma defesaça para evitar que o placar fosse aberto no Lusail Stadium.

Na reta final da primeira parte, Antony também teve uma boa chance para tirar o zero do marcador. Na marca de 37 minutos, Martinelli partiu pelo meio, foi “calçado” pela defesa camaronesa, mas viu Fred ficar com a bola. Imediatamente, o volante percebeu a movimentação de Antony, pela direita, e fez o passe. O atacante fez o corte para o meio e tentou o chute colocado, mas acabou mandando para fora.

Nos minutos finais do primeiro tempo, os goleiros tiveram trabalho. O primeiro foi Epassy, que, aos 45 minutos, precisou espalmar para cima um chute de Gabriel Martinelli, da entrada da área. Dois minutos depois, foi a vez de Ederson. Após cruzamento que veio da esquerda, Mbeumo, livre, na segunda trave, cabeceou para baixo e quase acertou o ângulo do goleiro brasileiro, que teve de pular e se esticar para evitar o tento camaronês.

Diferentemente do que aconteceu na primeira etapa, quem começou o segundo tempo indo para cima foi Camarões. Na marca de cinco minutos, Aboubakar recebeu a bola na ponta direita da área e, de perna direita, bateu cruzado. A finalização do camisa 10 camaronês passou muito próxima da trave de Ederson.

Os camaroneses passaram a gostar do jogo, enquanto que os brasileiros paravam em Epassy. Gabriel Jesus, Gabriel Martinelli, Éder Militão e Antony foram os jogadores do Brasil que ameaçaram o arqueiro camaronês na segunda etapa, mas que não tiveram êxito em suas finalizações.

No fim, quando o empate parecia ser o resultado definitivo do confronto, Aboubakar foi às redes. Mbekeli recebeu na ponta direita e cruzou, na medida, para o camisa 10, mesmo entre dois zagueiros, escorar de cabeça para o fundo do gol. Na comemoração, o camaronês, que já tinha cartão amarelo, tirou a camisa e levou o vermelho.

Ficha técnica
Camarões 1×0 Brasil

Data: 2 de dezembro de 2022
Horário: 16h (de Brasília)
Local: Lusail Stadium, em Lusail (QAT)

Gol: Aboubakar (46’/2T) – CAM

Cartão vermelho: Aboubakar (47’/2T) – CAM

Árbitro: Ismail Elfath (EUA)
Assistentes: Kyle Atkins (EUA) e Corey Parker (EUA)
VAR: Alejandro Hernandez (ESP)

Camarões: Epassy; Fai, Wooh, Ebosse e Tolo; Anguissa, Kunde (Ntcham); Mbeumo (Toko Ekambi), Ngamaleu (Mbekeli) e Choupo-Moting; Aboubakar.
Técnico: Rigobert Song

Brasil: Ederson; Daniel Alves, Eder Militão, Bremer e Alex Telles (Marquinhos); Fabinho, Fred (Bruno Guimarães) e Rodrygo (Everton Ribeiro); Antony (Raphinha), Gabriel Jesus (Pedro) e Gabriel Martinelli.
Técnico: Tite

Veja Também