Pintado destaca rápida evolução da equipe, mas que time ainda tem “muito que melhorar”

Postado em: 16-06-2021 às 13h00
Por: Victor Pimenta
Treinador voltou a falar do assunto com o atacante Alef Manga e destacou: “Ninguém é maior que o Goiás” | foto: Afonso Cardoso

O Goiás conquistou uma vitória importante na última terça-feira (15), ao vencer o CRB por 1 a 0, no estádio da Serrinha. O gol foi marcado por Bruno Mezenga, ainda na primeira etapa.

O jogo em questão era de suma importância para a equipe esmeraldina que além de voltar a vencer em casa, ganhou de um concorrente direto na briga pelo acesso, passando agora o próprio CRB na tabela e entrando no G-4. Porém, o time que começou com muita intensidade, voltou a apresentar problemas na segunda etapa, caindo o rendimento.

“Nós precisamos seguir trabalhando para melhorar a parte final do jogo. Acredito que sobre o primeiro tempo nem preciso comentar muito e foi muito bom e no segundo tempo o adversário nos oferece um pouco mais de dificuldade e precisamos encontrar essa solução. Para isso temos que continuar trabalhando muito, temos que seguir encontrando essas soluções dentro da equipe, com os jogadores se conhecendo. Estamos tentando manter a mesma intensidade no segundo tempo e nessa sequência de jogos, é muito difícil e a gente sabe disso, mas hoje temos que valorizar os três pontos”, disse Pintado.

O campeonato está somente na quarta rodada, mas o clube esmeraldino que vinha sofrendo no início da temporada com estilo de jogo e problemas defensivos vem evoluindo e graças à Pintado, que apesar dos placares magros, segue pontuando na Série B, onde o time está no G-4, com oito pontos e ainda invicto.

“Falar em evolução em quatro rodadas é muito importante, porque não podemos esquecer que sessenta dias atrás estávamos remontando uma equipe e hoje nós já temos uma equipe com alvo de trabalho, com algumas ideias, com uma entrega muito importante, com um grupo novo e quando se fala em somar pontos, esse é um campeonato de pontos e não podemos esquecer disso. Claro que a gente quer jogar bonito, jogar noventa minutos como nós fizemos no primeiro tempo hoje, mas estamos ainda em construção, temos muito que melhorar”, ressaltou o treinador.

Se no último jogo contra o Cruzeiro, a mudança de Pintado em relação à Alef Manga gerou discussão entre os dois e polêmicas fora de campo, na vitória diante do CRB, o treinador voltou a substituir o atacante que após sua alteração foi cumprimentar o comandante mostrando clima de paz.

“Isso para mim é algo superável. A gente se respeita muito e a gente tem algo muito bom dentro do Goiás que é o nosso ambiente. A gente se preserva muito, o respeito entre todos nós é muito grande. O meu papel aqui é com que o Goiás vença jogos e não existe nenhum jogador insubstituível e não existe ninguém no Goiás insubstituível e todos nós vamos seguir trabalhando e ninguém é maior que o Goiás, isso está muito claro entre a gente”, pontuou Pintado. Sem tempo para descansar, o Goiás já volta a campo nesta sexta-feira (18) para enfrentar o Brasil de Pelotas, no estádio Bento de Freitas, às 21h30. A partida é válida pela quinta rodada da Série B.

Compartilhe: