Após recurso da China, Thiago Paulino perde o ouro e leva a medalha de bronze

Postado em: 05-09-2021 às 10h30
Por: Victor Pimenta
Atleta do Time Ajinomoto teve duas de suas marcas anuladas após reclamação dos chineses e ficou em terceiro lugar no arremesso de peso, classe F57 | foto: Takuma Matsuhita/CPB

O brasileiro Thiago Paulino, atleta do Time Ajinomoto, perdeu neste sábado (4) a medalha de ouro na prova do arremesso de peso do atletismo, válida pelos Jogos de Tóquio. Após um recurso do Comitê Paralímpico da China, o júri de apelação, última instância do IPC (Comitê Paralímpico Internacional), decidiu anular dois dos arremessos válidos do brasileiro. Com isso, seu único resultado válido de 14,77 m o deixou na terceira posição, com o bronze. O ouro ficou com Wu Guoshan, da China, com 15 metros e novo recorde paralímpico da classe F57, para atletas que competem em cadeira de rodas (sequelas de poliomielite, lesões medulares e amputações).

De acordo com o recurso da China, um vídeo mostrava irregularidades nos arremessos de Thiago Paulino. O CPB (Comitê Paralímpico Brasileiro) levou ao júri imagens das transmissões de TV da prova, sem qualquer indício de problema. A alegação, de acordo com o CPB, é que o vídeo enviado pelo comitê chinês seria de outro ângulo, mas ele não foi mostrado aos dirigentes brasileiros. Não cabe mais recurso para apelação e a cerimônia de entrega de medalhas foi realizada na madrugada deste sábado (4).

Compartilhe: