Fernando Miguel diz que Atlético-GO precisa “seguir com as convicções”, mas entende “frustração” da torcida

O Atlético Goianiense contou com o retorno da torcida na noite desta quarta-feira (6/10), porém, o resultado não foi o esperado. O

Postado em: 07-10-2021 às 11h46
Por: Felipe André
Goleiro titular do Atlético-GO desde a chegada, Fernando Miguel não quer que a torcida "jogue a toalha" sobre o rendimento em casa | Foto: Bruno Corsino/ACG

O Atlético Goianiense contou com o retorno da torcida na noite desta quarta-feira (6/10), porém, o resultado não foi o esperado. O rubro-negro foi superado pelo Athletico Paranaense, por 2 a 0, com gols de Marcinho e Terans. O elenco se reapresentou na manhã desta quinta-feira (7/10), com os reservas e não relacionados fazendo um trabalho no campo, enquanto os titulares ficaram apenas no regenerativo.

“Não dá para a gente ficar passando pano pelo resultado e a falta de vitórias em casa se tornou um acumulado para que fez com que talvez fosse frustrante esse final de partida. Tínhamos uma expectativa de fazer um jogo melhor e consequentemente vencer a partida. O torcedor é paixão, é emoção e a gente não conseguiu preencher o que eles esperavam. Precisamos seguir com as nossas convicções, com as nossas verdades e seguir batendo e acreditando. O campeonato está meio maluco para a gente ainda, se a gente for analisar de uma maneira fria, nós estamos entre os melhores visitantes na competição e se tivéssemos um aproveitamento de 50% melhor como mandante, estaríamos fazendo algo histórico”, disse o goleiro Fernando Miguel.

Entre os visitantes, o Atlético Goianiense tem a sétima melhor campanha entre os clubes da Série A, entretanto, como visitante é apenas o 18º. Seguindo a probabilidade de Fernando Miguel, se retirado os 10 jogos que o Atlético-GO não venceu como mandante, sendo sete empates e três derrotas, um aproveitamento com cinco vitórias, deixaria o rubro-negro na segunda colocação do Campeonato Brasileiro, pois estaria com 45 pontos no total, atrás apenas do líder Atlético-MG.

Continua após a publicidade

Apesar dessa soma, o goleiro não “jogou a toalha” e nem quer que outros atletas ou torcedores pensem dessa maneira. O Atlético Goianiense tem pela frente dois duelos consecutivos como visitante, quando enfrenta o Fluminense e o Red Bull Bragantino e só retorna a Goiânia para enfrentar o Atlético-MG, o primeiro colocado da Série A.

“Não dá para a gente até aqui com 22 jogos completados, achar que é incapaz de reverter esse panorama, que é incapaz de voltar a vencer dentro de casa, que é onde as equipes se sentem seguras para conquistar os resultados, mas vamos encontrar soluções para as equipes que vem enfrentar a gente em Goiânia. Temos feito um campeonato equilibrado e às vezes a gente fica frustrado por conta do jogo contra o Athletico PR, pois poderíamos estar vivendo uma situação ainda melhor”, completou Fernando Miguel.

Veja Também