Pego no antidoping, Didi é suspenso pela NBA

O atleta, de 22 anos, testou positivo para testosterona, anabolizante muito utilizado por fisiculturistas, e drostanolona, uma substância androgênica, que aumenta os níveis de testosterona sem elevar o estrogênio.

Postado em: 20-11-2021 às 08h00
Por: Maria Paula Borges
O ala do New Orleans Pelicans está suspenso das próximas 25 partidas de sua equipe na NBA | Foto: Divulgação

O ala Didi Louzada, do New Orleans Pelicans, está suspenso dos próximos 25 jogos de sua equipe na NBA. O atleta, de 22 anos, testou positivo para testosterona, anabolizante muito utilizado por fisiculturistas, e drostanolona, uma substância androgênica, que aumenta os níveis de testosterona sem elevar o estrogênio. 

Através de sua conta no Instagram, Didi alega que as substâncias foram ingeridas em vitaminas recomendadas por uma nutricionista, com a qual o jogador se consultou em sua viagem de férias ao Brasil, e que não foi algo intencional. 

“Como ela tem um histórico de trabalhar com atletas profissionais, eu nunca imaginei que alguma dessas substâncias era banida ou poderia estar contaminada. Quando eu soube do resultado positivo, eu imediatamente cooperei completamente com a Liga (NBA) para ajudar a todos nós entendermos o que exatamente aconteceu”, explicou o Didi em seu perfil no Instagram

Continua após a publicidade

O camisa 0 assumiu a responsabilidade pelo ato, pedindo desculpas ao Pelicans e aos seus torcedores. Didi afirmou ainda que não teve nenhuma intenção de usar algo que fosse proibido pela NBA e lamentou o ocorrido.

“Eu jamais tomaria de propósito qualquer coisa que viole as regras da NBA. Assumo minha responsabilidade nesta situação, lamento profundamente que isso tenha acontecido e peço desculpas ao meu time, meus companheiros e aos fãs do Pelicans por esse erro”, completou Didi.

A suspensão entrou em vigor ontem mesmo, dia em que a NBA anunciou o afastamento do ala dos próximos 25 compromissos do Pelicans na liga. Na atual temporada, Didi havia participado de apenas dois jogos, ambos no mês de novembro. No dia 3, esteve em quadra por 1:03 na derrota de 99 a 112 para o Sacramento Kings. Dois dias depois, atuou 5:52 em mais um revés do time de New Orleans. 126 a 85 para o Golden State Warriors.

Veja Também