Em jogo remarcado, Atlético Goianiense visita Chapecoense podendo assegurar permanência na Série A

Postado em: 03-12-2021 às 10h00
Por: Victor Pimenta
Dragão vem de uma vitória importante na última rodada e tenta somar mais três pontos para se manter na elite | foto: Bruno Corsini / ACG

O Atlético pode garantir sua permanência na Série A em 2022 nesta sexta-feira (03). Para isso, precisa vencer a Chapecoense, às 20 horas, na Arena Condá. A partida que a princípio ocorreria na última sexta-feira (26), acabou sendo remarcada devido as condições climáticas que prejudicaram que o time goiano pousasse em Chapecó.

Atlético Goianiense

Vindo de uma vitória importante na última rodada ao vencer o Bahia por 2 a 1, o Dragão quer vencer mais uma e ficar mais tranquilo com sua permanência garantida na Série A de 2022. Mas para isso precisam vencer a Chapecoense nesta sexta-feira e o treinador Marcelo Cabo terá desfalques para o confronto.

“O clube está crescendo, as pessoas respeitam mais o Atlético-GO. Fizemos uma temporada passada bastante segura. Este ano conseguimos uma gordura, mas deixamos escapar. Mas o comprometimento é o mesmo. Desde o começo eu falo que o objetivo é a permanência”, disse Marlon Freitas, autor de um dos gols na vitória sobre o Bahia.

O treinador Marcelo Cabo terá que fazer alterações na equipe, já que não contará com as presenças de João Paulo e André Luís, que deixaram o último jogo com dores musculares, ficaram em Goiânia para iniciar o tratamento no departamento médico. O primeiro teve uma contratura no músculo posterior da coxa direita, enquanto o segundo uma inflamação no púbis. Ambos também estão de fora do confronto diante do Internacional. Com isso, Rickson e Ronald são os escolhidos para as funções, respectivamente.

Além dos outros atletas, quem também não viajou foi o volante Gabriel Baralhas. O jogador tomou o terceiro amarelo contra o Bahia e cumpre suspensão na rodada. Já o caso do lateral-esquerdo Jefferson é que o atleta segue se recuperando de uma lesão muscular e está em fase de transição para retornar aos gramados.

Chapecoense

Sem chances de permanência e praticamente já rebaixada, a Chapecoense entra em campo para defender o seu e também para não terminar o campeonato com a pior campanha da história dos pontos corridos da Série A. O time alviverde precisa de somente três pontos para ultrapassar o América de Natal, que atualmente tem a pior, com dezessete pontos conquistados.

Para o confronto diante do Atlético, o treinador interino Felipe Endres tem apenas três desfalques, Matheus Ribeiro e Denner, ambos lesionados. O outro é o volante Anderson Leite, que antes mesmo do confronto diante do América Mineiro acabou rescindindo amigavelmente com a diretoria e não veste mais a camisa da Chapecoense nesta temporada. O restante do time é o mesmo que acabou sendo derrotado para o América Mineiro na última rodada.

“Não tem esse clima de fim de feira aqui. No final da partida, quando a gente entra (no vestiário), dói muito no coração, no sentimento, na postura dos atletas, como eles sentem, como expressam sentimento. Não queremos carregar esse fardo (pior campanha da história), a pressão dentro de cada um é muito grande. Vamos dar a volta por cima, e ganhar na frente da nossa torcida. Nos apoiam e merecem uma vitória dentro de casa”, disse o treinador. (Especial para O Hoje)

Ficha Técnica:

Chapecoense x Atlético Goianiense

Data: 03 de dezembro de 2021

Horário e local: 20 horas, Arena Condá, Chapecó

Arbitragem: Caio Max Augusto Vieira (RN); assistentes: Jean Marcio dos Santos (RN) e Lorival Candido das Flores (RN); quarto árbitro: Diego da Costa Cidral (SC)

Chapecoense: João Paulo; Ezequiel, Ignácio, Laércio, Busanello; Moisés Ribeiro, Ronei (Lima), Anderson Leite; Mike, Kaio Nunes (Rodriguinho), Henrique Almeida (Geuvânio). Técnico: Felipe Enders.

Atlético Goianiense: Fernando Miguel; Dudu, Éder, Pedro Henrique e Arthur Henrique; Marlon Freitas, Willian Maranhão e Rickson; Ronald, Zé Roberto e Janderson. Técnico: Marcelo Cabo.

Compartilhe: