Conheça o esqui cross-country e seus representantes do Brasil nos Jogos Paralímpicos de Inverno 2022

A exatos 10 dias do início dos Jogos Paralímpicos de Inverno Pequim 2022, os atletas brasileiros que irão representar o Brasil na

Postado em: 22-02-2022 às 09h13
Por: Ildeu Iussef
A exatos 10 dias do início dos Jogos Paralímpicos de Inverno Pequim 2022, os atletas brasileiros que irão representar o país já se encontram em solo chinês | Foto: Marcio Rodrigues/CPB

A exatos 10 dias do início dos Jogos Paralímpicos de Inverno Pequim 2022, os atletas brasileiros que irão representar o Brasil na modalidade esqui cross-country já se encontram em solo chinês. Enquanto os atletas aguardam o momento de brigar por medalhas, o esqui-cross country ganha destaque e desperta a curiosidade daqueles que se interessam pelo esporte paralímpico.

Esqui Cross-Country

O esqui cross-country foi um dos dois esportes lançados na primeira edição dos Jogos Paralímpicos de Inverno da história, na cidade de Örnsköldsvik, na Suécia, em 1976. Este é um esporte de neve no qual atletas paralímpicos com deficiências física ou visual participam de corridas de curta, média ou longa distância com esquis em provas que incluem subidas e descidas em vários níveis. 

Continua após a publicidade

Os atletas que competem no esqui cross-country são de diversas categorias e dependendo da condição física, o esquiador pode usar um sit-ski (uma cadeira equipada com um par de esquis). Atletas com deficiência visual competem com um atleta-guia (classes B2 e B3 podem escolher se competem com um guia ou não). Independente da limitação, os atletas competem entre si pela mesma medalha em cada uma das provas. Para definir o vencedor, é feita uma correção de tempo de acordo com a classe do competidor.

Time Brasil

A neve não é comum no Brasil e tampouco se faz presente em quantidade suficiente para a realização das provas na casa dos anfitriões dos Jogos Paralímpicos de Inverno, em Pequim. Por isso, nesta edição, quase 100% da neve será artificial, produzida por máquinas posicionadas nas encostas dos locais de realização das provas.

Nesta edição dos Jogos, o país entra em cena com sua maior delegação nacional na competição, com seis atletas, sendo cinco do esqui cross-country (Aline Rocha, Cristian Ribera, Guilherme Cruz Rocha, Robelson Moreira Lula e Wesley dos Santos) e um do snowboard (André Barbieri).

Importante ressaltar que Pequim 2022 será a terceira vez que o Brasil participará dos Jogos Paralímpicos de Inverno. A primeira participação aconteceu em 2014, em Sochi, na Rússia, quando dois atletas do país estiveram no evento. Em PyeongChang, na Coreia do Sul, quatro anos depois, foram três representantes brasileiros.

Veja Também