Sexta-feira, 27 de janeiro de 2023

Delegação goiana conquista 52 medalhas nas Paralimpíadas Escolares

Com apoio do Governo de Goiás, Estado teve 42 atletas na competição e fechou sua participação na oitava posição do ranking

Postado em: 28-11-2022 às 12h46
Por: Luan Monteiro
Com apoio do Governo de Goiás, Estado teve 42 atletas na competição e fechou sua participação na oitava posição do ranking. | Foto: Divulgação

Goiás voltou com a mala cheia de medalhas da fase nacional das Paralimpíadas Escolares, realizada em São Paulo, entre os dias 22 e 25 de novembro. Ao todo, o time goiano conquistou 52 medalhas, sendo 33 de ouro, 13 de prata e seis de bronze, fechando a competição na oitava posição no ranking geral dos estados.

A disputa contou com a participação de mais de 1.300 alunos em idade escolar, entre 10 e 17 anos, com diferentes tipos e níveis de deficiência física ou intelectual. A delegação de Goiás foi composta por 79 integrantes, sendo 42 atletas, e contou com o apoio logístico de transporte do Governo de Goiás, que também disponibilizou kit de uniformes e materiais esportivos.

Secretário de Estado de Esporte e Lazer, Henderson Rodrigues parabenizou os atletas pelos resultados conquistados. “Nós, enquanto gestores esportivos, ficamos muito felizes em ver nossos atletas conquistando medalhas e colocando a bandeira de Goiás no pódio. Mas mais importante que isso é poder ajudar a transformar a vida desses jovens. Tenho certeza que, independentemente do resultado esportivo, esses alunos voltam para casa com outra bagagem de experiência de vida”, ressaltou.

Continua após a publicidade

Superintendente de Paradesporto e Fomento Esportivo da Seel, Mário Kanashiro representou o Governo de Goiás no evento e se mostrou muito orgulhoso com os resultados conquistados. “Goiás vem se tornando referência no paradesporto em nível nacional, e isso é resultado do trabalho de muita gente. Cabe a nós dar suporte e estrutura, fomentando a renovação e o desenvolvimento de novos atletas. Vamos trabalhar para que o paradesporto fique cada vez mais forte em Goiás”, destacou.

Destaque

A modalidade mais premiada da delegação goiana foi o atletismo, com 14 medalhas de ouro, quatro de prata e uma de bronze. Três destes ouros foram conquistados por Ryan Pablo, que venceu suas provas nos 100, 400 e 1.500 metros, com direito a recorde da competição nas duas últimas.

“Estava com esse objetivo em mente, de conquistar as três provas. Trabalhei para isso. De quebra ainda vieram esses recordes, que me colocaram como o melhor do Brasil na minha categoria”, pontuou o atleta de 17 anos, que já mira voos mais altos. “Meu sonho é disputar um Parapan ou até mesmo uma Paralimpíadas. Vou trabalhar para isso”, cravou.

Morador de Inhumas, Ryan treina na pista de atletismo do Estádio Olímpico Pedro Ludovico Teixeira, no Centro de Excelência do Esporte, em Goiânia. Ele, que teve paralisia cerebral no nascimento, começou a treinar atletismo há menos de dois anos, e viu uma evolução rápida nas pistas.

“Antes do paradesporto eu era desacreditado. Agora estou quebrando recordes e sempre almejando mais. Treino três vezes por semana no Centro de Excelência, e lá tenho todo o suporte do Jabá, que é meu treinador, para evoluir cada vez mais” contou o atleta, que se despede das Paralimpíadas Escolares e passa a vislumbrar as competições adultas em 2023. “As Paralimpíadas Escolares me deram uma base muito grande nesses dois anos. Meu foco agora está no Parapan de jovens, em junho do ano que vem. Agora é treinar e ir para cima” , finalizou o atleta.

Goiás também foi bastante premiado na natação (12 ouros, três pratas e um bronze) tênis de mesa (quatro ouros, uma prata e três bronzes) e parabadminton (três ouros, uma prata e um bronze). Bocha, com um ouro e uma prata, judô e futebol de cegos, com uma prata cada, foram outras modalidades com goianos no pódio.

Veja Também