Estresse pode desencadear doenças de pele, confira dicas de cuidados

Postado em: 18-07-2020 às 14h30
Especialista dá dicas de cuidado com a pele para prevenção e tratamento de algumas enfermidades dermatológicas - Foto: Divulgação

Igor Afonso

Se por um lado a Covid-19 proporcionou aos brasileiros a
oportunidade de ficar em casa com a família e descansar, por outro está
causando grandes preocupações. Frente à pandemia, as incertezas relacionadas ao
trabalho, saúde e segurança causam noites mal dormidas e alto índice de
estresse.

Além de aumentar o risco de complicações cardíacas, infecções e depressão, o estresse também pode prejudicar
a pele, pois o excesso de cortisol – hormônio liberado pelo estresse – é capaz
de afetar o sistema imunológico e provocar ou agravar uma série de enfermidades
dermatológicas como psoríase, vitiligo, herpes, dermatites, queda de cabelo,
acne, envelhecimento precoce, alergias, furúnculos, líquen, rosácea, dentre
outras.

A dermatologista Maria Ligia Mendonça afirma que estas doenças da pele sofrem forte influência psicológica e segundo ela, para
driblar o problema é preciso identificar os fatores que estão causando o
estresse. “Algumas medidas ajudam a desestressar como dormir bem, fazer
terapia, praticar atividade física e investir tempo em atividades que dão
prazer”, pontua.

Ela explica que a alimentação balanceada também está
diretamente relacionada à prevenção de algumas doenças da pele. “A acne, por
exemplo, piora com a má alimentação, principalmente com frituras e doces”,
detalha a dermatologista. Ela frisa, ainda, que outro fator importante de
prevenção é estar com a pele sempre hidratada. “É preciso beber bastante água e
se render a tratamentos dermacosméticos”, sugere.

CUIDADO COM A PELE

Neste tempo da Covid-19, que tal aproveitar estes dias
confinados “em casa” e criar uma rotina de autocuidado e amor próprio? Maria
Ligia pontua cinco passos básicos para o tratamento noturno da pele do rosto:

1) Limpeza

Utilize lenço demaquilante ou solução tônica. O primeiro
retira melhorar a maquiagem do dia a dia, principalmente na região dos olhos.
Para a limpeza da pele em si, a solução tônica é bastante eficiente, retirando,
inclusive, as impurezas.

Em seguida, lave o rosto com sabonete adequado para a sua
pele. Se essa lavagem for feita durante o banho, o ideal é usar a água em uma
temperatura mais fria. Água quente pode gerar oleosidade e dermatites.

2) Hidratação

A hidratação do rosto acontece depois da limpeza adequada da
pele. Faz-se uma camada fina de hidratação para que sua pele tolere melhor os
ácidos e demais tratamentos, e não fique com a sensação da pele seca.
Importante: mesmo quem tem pele oleosa deve seguir este passo da hidratação com
um produto específico para o tipo de pele.

3) Tratamento

Os cremes de tratamento são recomendados pelo dermatologista
de acordo com a necessidade de cada paciente. Eles possuem componentes para
tratamentos de acnes, envelhecimento, e outros. A maioria dos dermocosméticos
das farmácias possui ácido hialurônico. Devemos passar no rosto e pescoço.

4) Tratamento das áreas específicas

Algumas áreas da face necessitam de cuidados especiais, como
a região dos olhos. Os produtos são voltados especificamente para estas áreas,
tratando olheiras e rugas de expressão.

5) Hidratação das áreas específicas

Assim como algumas áreas precisam de um tratamento
específico, elas também demandam uma hidratação individualizada, como os
lábios. Outra dica, principalmente nestes dias em casa, é hidratar as unhas
rotineiramente, deixando-as sem esmaltes.

 

Por: Redação
Compartilhe: