Especialista fala sobre alimentos que aliviam os sintomas da TPM

Apesar de rotineiro, o período que antecede a menstruação pode causar diversos incômodos físicos e emocionais para as mulheres.

Postado em: 04-09-2016 às 06h00
Por: Redação
Apesar de rotineiro, o período que antecede a menstruação pode causar diversos incômodos físicos e emocionais para as mulheres.

Desconforto, irritação, inchaço, mau humor e dores: qual mulher nunca passou pelos sintomas clássicos da TPM? Apesar de rotineiro, o período que antecede a menstruação pode causar diversos incômodos físicos e emocionais para as mulheres.

Bastante variável, a síndrome pode se apresentar de forma diferente em cada mulher – algumas podem, inclusive, nem sentir os efeitos desse período. No entanto, a maioria – 80% somente entre as brasileiras – sabe o quanto esses sintomas podem atrapalhar a rotina. Ainda que sua ocorrência seja completamente normal e faça parte das manifestações fisiológicas do corpo feminino, algumas medidas podem ser tomadas para tornar a convivência com a TPM melhor.

De acordo com Marcela Mendes, nutricionista da rede Mundo Verde, a alimentação tem uma grande influência nesses sintomas. “É através dela que o corpo vai produzir as substâncias que fazem a mulher se sentir melhor (ou pior) nesses dias. A deficiência de certos nutrientes dá sinais que ficam mais claros no período pré-menstrual, por isso, ser adepta de um estilo de vida saudável e, sobretudo, ter uma alimentação balanceada, pode minimizar os seus efeitos adversos e tornar os sinais mais brandos”, explica.
Pensando nisso, a nutricionista destacou alguns alimentos que podem amenizar os sintomas da TPM.

Continua após a publicidade

Chocolate 70% cacau – Além de ser muito gostoso, o chocolate ajuda a melhorar os sintomas da TPM, porque o consumo estimula áreas do cérebro associadas ao prazer: “O chocolate ajuda a melhorar sintomas como cansaço, falta de ânimo e tristeza. Ao consumir chocolate, há a liberação de serotonina, hormônio responsável pela sensação de bem-estar”, explica. A recomendação diária para obter os benefícios é consumir 30 gramas diariamente.

Linhaça – Pequena, mas poderosa, a semente de linhaça tem várias características interessantes. A primeira delas é ser uma das maiores fontes de ômega 3 e ser cheia de nutrientes, como fibras e outras substâncias, que ajudam a diminuir o risco de doenças. Além disso, a semente conta em sua composição grandes quantidades de lignanas, um fitoestrógeno com ação similar ao estrógeno, que auxilia diretamente no combate dos sintomas da TPM. A indicação é consumir a linhaça durante as refeições ou em cápsulas.
Óleo de prímula e borragem – Talvez você ainda não o conheça este produto, mas o óleo de prímula e borragem é uma combinação que auxilia na produção de substâncias com efeito anti-inflamatório, necessário na formação de compostos que regulam os hormônios femininos. Contribui ainda para diminuição da mastalgia (dor nas mamas). O óleo de prímula e borragem pode ser encontrado em cápsulas, nas lojas Mundo Verde.

Soja e derivados – Por conter isoflavonas e estrutura química similar ao estrogênio (hormônio sexual feminino), a soja ajuda na prevenção e no controle dos sintomas da TPM. Ela pode ser consumida de diversas formas: grãos, proteína texturizada, tofu, bebida de soja, farofas e cápsulas.

Chá de gengibre – Tem propriedade antiinflamatória, auxiliando na diminuição dos sintomas da cólica. A indicação é consumir o gengibre cortado em sopas, ensopados e sucos ou mesmo fazendo chás.

Além dos alimentos, alguns estudos sugerem que a prática de atividade física pode atenuar os sintomas da TPM. Por isso lembre: exercício físico é essencial em todos os momentos de nossa vida.

Veja Também