Suspeitos são presos e confessam ter estuprado, matado e jogado menina indígena do penhasco

Postado em: 12-08-2021 às 09h36
Por: Victoria Lacerda
Todos os detidos, três adolescentes e dois adultos - um deles o tio da criança - confessaram o crime. | Foto: Reprodução

A polícia prendeu cinco homens suspeitos de terem estuprado e matado uma criança, de 11 anos, em Dourados, no Mato Grosso do Sul. O corpo da vítima foi encontrado na última segunda-feira (09/08), em uma pedreira da região.

Segundo a Polícia Civil, a menina foi arrastada de casa pelos criminosos e levada até o penhasco. Lá, ela foi obrigada a ingerir bebida alcoólica e depois foi abusada sexualmente por todos. Depois de cometerem o estupro coletivo, os envolvidos jogaram a criança do alto da pedreira, de aproximadamente 20 metros de altura. De acordo com peritos, a vítima morreu em decorrência da queda. 

Todos os detidos, três adolescentes e dois adultos – um deles o tio da criança – confessaram o crime.

Os dois homens foram presos por estupro de vulnerável, feminicídio e homicídio qualificado. 

Compartilhe: